Casa dos Contos Eróticos

Feed

Meu primo esporrou na minha perna!

Autor: Mari Praieira
Categoria: Heterossexual
Data: 21/11/2005 21:58:46
Nota -
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sabia que tinha alguma coisa errada com aquele menino! Ele estava sempre me perseguindo pela casa, queria ficar sempre perto de mim, principalmente debaixo de uma coberta, fizesse o calor que fizesse! E olha que era Janeiro, estava muito calor. Quando Bruno, meu primo, chegou na minha casa pra passar as férias, achei que estava muito mudado: Simpático, maduro até, pra sua idade (15 anos). Mas ao invés de ir pra praia, ou sair com meu irmão Marcelo, que tem sua idade, ficava enfurnado e de preferência perto de mim. Comecei a suspeitar que ele batia punheta pra mim, debaixo daquelas cobertas. Mas não podia ser! Seria muita cara de pau.

Minha confirmação só veio hoje. Estávamos sozinhos em casa e a empregada havia faltado. Então tive que fazer o almoço. Estava na pia cortando os legumes e ele atrás de mim, na mesa, conversando sobre bobeiras (Lurdinha e Glauco, da novela) . Eu estava de shorts, camiseta de pijama e chinelinho (apesar de já desconfiar dele, nem lembrei de mudar de roupa pra ficar perto daquele taradinho). Então fui colocando as coisas na mesa e logo que sentei pra servir meu almoço senti um líquido quente na minha canela. E logo depois, na minha coxa! Bruno estava batendo punheta e gozando nas minhas coxas!! Eu fiquei atordoada! Queria bater nele! Como ele podia fazer isso?!?! Mesmo assim, acho que não foi de propósito. Ele deu azar de eu sentar na hora que ele estava gozando. Dizem que é difícil interromper uma punheta.

Agora que já contei como começou essa história louca, posso me apresentar. Meu nome é Mariana, mas todo mundo me chama de Mari, e meu namorado de Marizinha. Moro em Vitória-ES, tenho 20 anos e curso fisioterapia na UFES.

Todo mundo diz que sou alta. Tenho 1,73 e 64kg. Só lamento se me acharem metida, mas sou muito bonita e tenho um corpaço. O que eu posso fazer se quando eu vou pra boate, meu namorado passa aperto porque os homens ficam tão doidos comigo que chegam em mim na frente dele? O que eu posso fazer se acontecem coisas como no último domingo, quando eu estava na praia e chegou um morenaço perto de mim perguntando se eu era fiel ao meu namorado e dizendo que perguntou isso porque estava doido pra me levar pro motel mais próximo? Se nada disso acontecesse, não me acharia tão atraente. Claro que não digo isso pras pessoas, mas como isso é um relato e ninguém sabe quem eu sou, posso dizer à vontade: Sou bonita e gostosa mesmo. E gosto disso. Gosto de saber que em cada lugar que eu passo tem um homem querendo me comer. Não vou dar detalhes de como sou: Só vou dizer que sou loira, cabelos lisos, cumpridos, tenho olhos castanhos e, como disse, um corpão. Malho muito, muito, muito. Gosto de ter coxas fortes e bonitas. Não tenho coxa grossa feito Scheila Carvalho (até porque só ela tem aquela coxa). São coxas normais, um pouco grossas talvez, mas muito saradas. O que é um pouco exagerado é minha batata da perna. Nem malho panturrilha devido ao volume. Mas claro que aproveito esse dom usando muita calça corsário e muito tamanco, que deixam minhas batatas bem volumosas.

Vocês podem me achar metida, e depois, vão poder até me chamar de puta (com o que eu não concordaria), mas não podem me chamar de vulgar. Tenho muito bom gosto pra me vestir, provocar os homens sem me tornar uma vadia, e, apesar de não ser milionária, tenho dinheiro pra comprar as roupas que eu quero. Sou completamente apaixonada por calçados, tenho mais de 40, principalmente tamanquinhos e sandálias. Apesar de achar meu pé muito grande (35-36!!). Também não consigo passar 2 semanas sem salão. Sei que sou bonita por natureza, mas que homem não gosta de uma mulher bem cuidada, cheirosa?

Dá pra ver então que meu primo tinha bons motivos pra estar batendo punheta pra mim por debaixo das mesas e cobertores da casa. O que me surpreendeu é que eu não esperava isso dele especificamente. Já havia acontecido algo parecido, mas há 4 anos atrás. Estava tomando sol na casa da minha amiga Fabiane e mais três amigas. A casa dela tem uma piscina enorme nos fundos de uma casa de três andares. Com isso o irmão dela e os amigos podiam ficar lá do alto olhando pra nós sem serem ouvidos. Fiquei de bruços numa cadeira de sol com um biquíni não muito pequeno, mas que se tornava pequeno por causa do tamanho da minha bunda. Quando me virei de costas pra ajeitar meu biquíni, percebi que dois garotos estavam batendo uma bela de uma punheta. Assustados, saíram correndo. Fiquei com um misto de apreensão, surpresa e tesão, mas dei uma desculpa pra Fa e fui embora. Tinha que me dar valor!

E agora esse moleque vem e goza nas minhas pernas!! Ele estava morrendo de vergonha tadinho! Mas eu gritei: - Você ta louco pivete? Olha o que você fez?!? Some já daqui e nunca mais fala comigo!!!!

E ele saiu correndo lá pra dentro. Fui me limpar e almocei, com a mesma mistureba de sensações de 4 anos atrás. Como eu ia contar isso pro meu namorado? Ou melhor, ia contar isso pro meu namorado? Achava melhor não. Ele, metido a machão do jeito que é, ia acabar querendo enforcar o pivete e eu não ia poder fazer nada.

Agora vou falar um pouquinho sobre o Rafael, meu namorado. Uma garota linda como eu só poderia namorar um gato muito bonito e gostoso como ele. Mas ao contrário de mim, ele é super metido!! Hahaha, brincadeirinha... Como eu, ele é super metido. Também, pudera, com aquele belo par de coxas, aquela bunda perfeita, saradasso, tem que ser metido mesmo. Não gosto de correr atrás de homem nenhum, mas quando o conheci há 2 anos num churrasco da medicina, fiquei fascinada por aquele acadêmico do 4o ano, com jeito e fama de garanhão. Fiquei louca por ele, mas claro que tinha que inverter o jogo. Fazer ele ficar louco por mim, e ser durona até ele implorar pra ficar comigo. Ele não chegou a implorar, mas fiz muito cu doce até beijar aquela boca pela primeira vez. Logo ele pediu pra me namorar. Eu pensei um tempo mas achei que poderia ser legal. Tínhamos os mesmos gostos, algumas manias parecidas, entendíamos como era ser desejados por 90% das pessoas do sexo oposto (e outras tantas do mesmo sexo). Enfim, acho que poderia dar certo. E deu mesmo! É um namoro muito bom! As milhões de garotas continuavam a dar encima dele nas festas, mas ele sabia que a namorada gostosa dele também tinha muito garotão à disposição, então não pisava na bola (se pisava, escondia muito bem).

Mas Rafael “cortou um dobrado” pra me comer. Demorei meses pra liberar a mão boba, depois mais alguns meses pra liberar uma passada de mão nos meus seios, e meses e mais meses pra deixar ele lamber minha xota. Só com oito meses fui dar pra ele. Foram longos oito meses. Acham que é fácil ter um homem daquele a disposição, louco pra te comer e segurar a onda? Nada fácil, mas mulher tem que se dar valor. Nós somos poderosas. Nós é que escolhemos. Isso quando sabemos que temos esse poder, é claro. Porque tem muita pastel que não sabe. Então só fui dar gostoso pra ele com 19 anos. Mas minha primeira vez não foi com ele. Depois falo sobre minha primeira vez. Só sei que não dá pra dizer que um foi melhor que o outro. Adorei fazer sexo com os dois. Certamente o pau do primeiro era maior. O do meu namorado atual tem 13cm, me satisfaz, mas é um pouco pequeno né. Também, imagina um homem perfeito desse e de pau grande ainda? Rsrsr...

E agora Bruno, meu primo magricela, porém alto pra sua idade, vinha bater punheta nas coxas da namorada do Rafael. Realmente, não podia contar nada!! Senão ele podia matar o moleque!! Rafael, apesar de não ser obsessivo, era ciumento e virava a cara pros meus amigos da faculdade, porque achava que eles queriam me comer. Eu sempre digo a ele: Rafael, eles podem até querer me comer, o problema é que eu quero dar só pra você. E dou um beijo sensual, como se estivesse começando uma fodida gostosa. E não estava mentindo. Apesar de ter muita tentação com tanto homem gostoso dando em cima de mim nessa cidade abençoada, sempre fui fiel. O que ele não podia desconfiar é que quem estava prestes a me comer era meu primo, esse mesmo, o pivete que esporrou na minha canela. Depois continuo!! Me escrevam!! maripraieira@yahoo.com.br

Comentários

josé
30/11/2005 16:49:11
puxa vida que sacanagem a sua,este tempo todo para contar de vc e desse bicha do seu namorado
Weslley
23/11/2005 16:06:10
eu Perde meu tempo lendo essa merda de conto, ele nao fez nada seiu correndo, vai tomar no seu cu ve se escreve alguma coisa que presta a proxima vez.
tiago
23/11/2005 15:22:04
Vai se fuder convencida eu acho que vc esta é louca para dar para seu primo é isto aposto que o pau dele é maior que do seu namorado aquele toquinho
Lula
22/11/2005 19:39:43
Sou do ES, e quero te conhecer e fuder esta buceta com meus 19 cm.
Marcos
22/11/2005 12:09:49
Olha, me escreve !!! marcosalvarenga@ig.com.br // 26x14 cm
Marcos
22/11/2005 12:08:08
Deixa eu ver esse corpo que vc tem ? Quem sabe vc não cede um pouco e dá pra um macho de verdade 26x14 cm
duende
22/11/2005 11:43:26
vai ve e uma baranga vai se fude sua desgracada
Marcelo
22/11/2005 10:24:52
Mulher quando comeca a falar é problema...
Camões
22/11/2005 10:01:34
Conto Merda!
leandro
22/11/2005 02:43:38
sua vadia pq tuh num contou logo...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.