Casa dos Contos Eróticos

Feed

Enrabada pelo tio

Autor: Sara
Categoria: Heterossexual
Data: 22/09/2005 08:16:04
Nota 7.77
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tenho hoje 25 anos sou casada e tenho um filho 6 anos, meu marido pensa que o garoto é seu filho mas não é.

A história aconteceu quando eu tinha 16 anos sou morena clara, cabelos encaracolados, cintura fina, 1,58m e tenho um belo traseiro até hoje.

Estava passando as férias de fim de ano na casa dos meus tios em Cabo Frio, RJ com meus dois primos (Paula e Marcelo) meu tio João é um mulato grande e forte deve ter mais ou menos 1,90m. No dia em que ele me enrabou, de manhã tínhamos ido a praia e eu estava bronzeada e atraente como nunca, na praia, quando tirei a canga, deixei a mostra meu belo traseiro e o meu tio não tirava os olhos do meu rabo, entramos na água eu e meus primos e o meu tio, as ondas estavam um pouco fortes e todo momento ele queria me segurar quando vinha as ondas, não enxerguei maldade no momento, até que certa oportunidade veio uma onda mais forte e ele me segurou pelos quadris pude sentir seu imenso pau, que estava muito duro, em minha bunda, quando ele me soltou eu saí da água e fiquei um pouco assustada, ele saiu um pouco depois e já não estava mas com o pau duro.

Quando chegamos em casa por volta das 5 da tarde, tomamos banho e depois saímos, fomos dar um passeio, a noite não sabia o que me esperava. Quando todos estavam dormindo, devia ser cerca de 2 horas da madrugada, levantei para beber um pouco d’água e fui até a cozinha, que é bem distante dos quartos, no primeiro piso da casa. Quando estava na cozinha meu tio apareceu vestindo um calção largo, sem camisa e eu estava vestindo uma camiseta sem sutiã e um shortinho de malha fina sem calcinha (eu não sabia que ele estava acordado lá embaixo, por isso que desci vestida deste jeito), ele me perguntou se eu tinha ficado espantada porque ele estava de pau duro na praia, eu meio sem graça respondi que não, mas estava com muito medo. De repente ele colocou o pau para fora (estava mole) e me perguntou se eu já tinha visto algum parecido como o dele, eu fiquei sem saber o que responder porque nunca tinha transado com ninguém, ele chegou perto e eu comecei a sair dizendo que ia subir. Foi então que ele me segurou e me beijou a força, eu tentei sair, mas como ele é muito forte minha tentativa foi em vão, ele meteu a mão por dentro do meu short e começou alisar meu cuzinho, seu pau crescia cada vez mais... Era enorme uns 22 cm... Ele fechou minha boca e me levou no colo para a garagem, chegando lá colocou o pau na minha boca e mandou que eu chupasse e eu com medo obedeci até ele encher a minha boca de porra. Depois começou a chupar minha buceta e eu tive uma sensação de medo e prazer, depois de gozar duas vezes, seu pau já estava duro novamente e ele tirou meu short, eu tentei fugir porque já imaginava o que me esperava. Ele colocou-me deitada, tampou novamente a minha boca, meu cuzinho já estava todo lambuzado do líquido da minha buceta que ele tinha lubrificado junto com a sua língua e encostou aquele enorme caralho na porta de meu rabo e começou a forçar, eu tentei lutar, mas ele disse que seria perda de tempo e que era melhor eu relaxar para que doesse menos, ele começou a me penetrar com aquele enorme pau e eu sentia muita dor, depois que a cabeça entrou ele começou a empurrar e eu sentia aquilo me rasgando toda por dentro, quando ele colocou tudo começou a me bombar eu tentei gritar porque estava doendo muito, mas foi em vão porque ele me deu um tapa no rosto e mandou que eu calasse a boca me chamando de vadia e cada vez mais me bombava, até que encheu meu cuzinho de leite, depois tirou o seu enorme caralho estava cheio de sangue, mandou eu me levar e subir.

Não consegui dormir a noite inteira de manhã desci para tomar café e ele já estava a mesa, me tratou como nada tivesse acontecido e eu fiquei com medo de contar para minha tia e primos, não podia ir embora porque senão iria ficar esquisito.

Passados alguns dias ele teve a audácia de ir até meu quarto quando eu estava dormindo e deitou do meu lado e começou alisar a minha bunda, desta vez não fiquei com tanto medo quando ele colocou seu pau para fora e me mandou chupar novamente, obedeci... Depois de estar bastante duro ele pegou vaselina e passou em seu pau, depois passou em meu cuzinho e a única coisa que fiz foi relaxar... E ele novamente começou a enfiar aquele enorme pau em meu rabo e eu guardei-o todinho no cuzinho, depois começou a me bombar, a dor era bem menor que da primeira vez e eu passei a gostar de ser enrabada pelo meu tio, ele percebendo que eu estava gostando começou a me chamar de puta, vadia, vagabunda e eu gostava mais ainda (dava mais tesão), depois de ter enchido meu cuzinho de porra, tirou o seu pau e me mandou chupar e deixar seu pau limpo, imediatamente obedeci... Enquanto chupava seu pau, ele começou a chupar minha buceta e nessa altura do campeonato, eu já estava querendo dar minha buceta para ele e não deu outra, depois que se recuperou e estava novamente com o pau duro, colocou uma camisinha, me colocou sentada na beira da cama e começou a forçar a entrada da minha buceta que nunca tinha levado pau antes (eu era virgem), quando ele rompeu o meu hímen doeu muito e saiu um pouco de sangue, mas o tesão era tanto que eu mandei ele continuar e ele foi empurrando para dentro até eu agasalhar todo seu enorme pau na minha buceta, ele não demorou a gozar e saiu rapidamente do meu quarto...

No dia seguinte, como minha tia e ele trabalhavam, ele inventou que não estava passando bem e falou que não ia trabalhar, eu entendi que ele queria ficar em casa para me comer e não deu outra, quando meus primos saíram para praia, eu falei que ia dormir mais um pouco... Meu tio apareceu novamente no meu quarto, mandou eu chupá-lo, eu novamente obedeci, só que desta vez ele não colocou camisinha mandou eu ficar de quatro e começou a meter na minha buceta, eu estava sentindo muito tesão e comecei gozar alucinadamente até ele me encher de porra...

Quando acabaram as férias voltei para casa e o meu tio ainda me comeu várias vezes depois até mesmo depois de casada.

Comentários

06/02/2009 08:51:21
hbonzinho :47 ADOREI, MORO SOZINHO NO METRO PARAISO, TENHO 45 ANOS, E ADORO COMER CASAIS LIBERIAS, POSSO RECEBER, MEU MSN match-45@hotmail.com____
28/01/2009 16:46:45
Incesto é sempre uma delicia... desde que não seja com criança e sempre com permissão mútuas né?
26/01/2009 16:59:31
lool quer minha rola nao?
05/11/2008 10:56:30
bem eu como mulher digo que tenho essas taras tambem, mas detesto dar o cuzinho, mas a sensação d eestupro me exita..rs.. um dia um cara pulo em cima de mim na casa que eu morava e começou a chupar minha buceta..mas so nao meteu pq eu disse que nao tomava anti concepcional e nao tinha camisinha...rs..mas a historia me exitou..rs..parabens..so fique na duvida no seguinte..o tio era parente seu ou marido da sua tia??? Bjs
31/10/2008 22:49:26
"Nunca, em tempo algum, nem mesmo entre as freiras com anos de castidade, se terá uma mulher que, de repente, sinta vontade de ser estuprado, comida na bunda, na boceta, de ser descabaçada, por uma razão muito simples: essas reações descritas são típicas das provocadas pela produção em excesso de testosterona, o hormônio do macho (a fêmea não o possui!). Por isso, só o homem ataca! E a mulher se defende!" quanta besteira em um comentário só. se você não gostou do conto, acha q foi mal escrito ou foi plágio, você tem todo o diteito de criticar, mas não diga asneiras. 1 - mulheres têm essas taras sim. 2 - vai ler um livro de biologia antes de dizer isso, mulheres também produzem testosterona! 3 - só homem ataca e mulher se defende? de onde tirou isso. caaaaada coisa q eu vejo. tsc tsc.
13/10/2008 18:50:57
oi sera que posso comer esse cuzinho tambem.......me deixe seu msn bjs
16/07/2008 13:18:20
muito bom.....eu adorria te conhecer gata..... eli_as68@hotmail.com
20/05/2008 00:36:03
Gostei do conto. Nota 9
10/05/2008 03:06:21
mutop bem escrito adorei bjss
27/04/2008 13:50:57
Adorei vc. quero lhe dar o segundo filho, mas antes farei vc. gozar muitoooooooooooo. Bjs Ro
27/04/2008 12:53:47
moreno_alima@hotmail.comfaço melhor q seu tio
06/04/2008 12:16:32
http://ana20sp.sites.uol.com.br
04/04/2008 15:40:16
ja li este conto numa revista..... ah gostei?
30/03/2008 09:06:12
Ótima história,vc e deliciosa. parabéns. bjs
27/03/2008 15:10:49
uma delicia de historia!
25/03/2008 22:11:53
Quero te conhecer! Bjos molhadinhos... ppappaleguas31@hotmail.com
21/03/2008 23:45:30
vc acha correto transar com um tio?onde fica as normas de moral e o proibido.....tenho vontade de comer uma sobrinha mas.......
20/03/2008 17:38:13
O seu conto flui como uma "fofoca", falta emoção, excitação, descrição de algumas sensações percebidas durante o ato, que só pode fazê-lo quem já experimentou essas sensações de verdade, para, assim, impregnar de maior verossimilhança. Vou explicar: somente quem já deu a bunda pode descrever com segurança todas as sensações experimentadas durante o ato. Um pau volumoso não entra com facilidade e desenvoltura num apertado buraco, mesmo quando se lambuza todos os envolvidos com bastante vaselina. Só na imaginação, e assim mesmo, numa imaginação pobre, pode-se ver um volumoso pau desaparecer como num passe de mágica dentro de uma bainha retal, sem lhe causar danos físicos que vão demorar alguns dias para sarar. Da forma como você relata, tem-se a idéia de que é um homem (homossexual, é claro!) que narra a história, e alguém que nunca deu a bunda, mas apenas tem muita vontade de fazê-lo. Nunca, em tempo algum, nem mesmo entre as freiras com anos de castidade, se terá uma mulher que, de repente, sinta vontade de ser estuprado, comida na bunda, na boceta, de ser descabaçada, por uma razão muito simples: essas reações descritas são típicas das provocadas pela produção em excesso de testosterona, o hormônio do macho (a fêmea não o possui!). Por isso, só o homem ataca! E a mulher se defende! Nota: Zero!
14/03/2008 14:08:06
Fico imaginando esse seu rabo e o quanto ele deve ser gosotoso!!!Espero queira dar muito esse seu cú....se vc quiser eu quero te foder sua puta gostosa!!!!!!!!!!!
12/03/2008 13:15:39
Realmente sua historia é diguina de uma nota 10!Parabénse e se tiver afim de trocar uns email pode me adcionar meu msn é soaresd13@hotmail.com
09/02/2008 15:10:39
me envie o seu email.... eu kero falar com voce... aqui vai o meu: brandao_inf@yahoo.com.br, amei o seu conto!!!
13/01/2008 06:25:22
olha toda essa gente que diz voçe ser mentiroza não saben que tudo na vida e possivel acrediten porque eu acredito nas possives coisas da vida (screvo de Angola)
07/01/2008 18:19:53
quem leva um rolão no cu, no outro dia fica toda dolorida, duvido que vc deu o rabo no outro dia...ou vc é muito corajosa ou é muito mentirosa!!!!....nota 01 pra sua mentira.....eu bem como é dar o cuzinho pra uma rolona...viu!!!
04/01/2008 20:36:27
Vc pode ser gostosa, pode ser boa de cama, mas é péssima escrevendo. Volte prá escola.
01/01/2008 11:55:00
E então vc levou um garotinho nas entranhas depois das férias sexuais com o titio não? rsrsrsr
Berseks
29/09/2005 01:48:25
Vc é uma puta mesmo, mas que eu adoria comer esse seu rabo!!!
Johnny22cm
28/09/2005 17:34:01
vc é muuiito mentirosa, viu? Fala sério????
Toninho
28/09/2005 16:01:24
vc é uma putona mesmo hein? quero conhece-la
Paulo
27/09/2005 21:20:53
Vc é uma puta muito gostosa, quero comer tua bucetinha, mande e-mail paulojdoss@yahoo.com.br
marco
27/09/2005 19:38:49
Puxa, que taradinha! Adorei!
Alvaro
27/09/2005 12:09:07
Nossa, que vadiazinha...iria adorar conhece-la!!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.