Casa dos Contos Eróticos

Feed

Como transformei a minha irmã

Autor: Amanda Humar
Categoria: Homossexual
Data: 05/08/2005 18:55:23
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola pessoal!! Meu nome é Carolina e eu moro em Recife. Tenho 19 anos e faço Jornalismo numa faculdade que eu nao vou dize-er. Eu sou alta, tenho cabelos compridos que vão até a metade das minhas costa, são lisos e pretos, tenho olhos verdes bem escuros(não sao tao bonitos assim), tenho um corpo bem formado, com seios medios mas bem bonitos, pernas normais e tenho pés do qual me orgulho pois são muito lindos. Eu nunca fui chegada a homens. Tive minha primeira experiencia lesbica com 13 anos de idade, foi uma garota mais velha que ficou comigo e me "transformou de vez". Desde então eu me aceitei como lesbica e sempre fiquei com muitas garotas. Ja faz uns 2 anos eu comecei a ficar com umas garotas mais novas e depois de levar um garota de 15 anos que não era lesbica pra cama e depois disso ela passou a ficar com garotas eu adorei fazer aquilo! Hj em dia eu sempre tento "converter" garotas pro meu time :). Eu ja converti, fora aquela, outras duas garotas e elas não largam mais do meu pé. Sempre querem ficar comigo hehe. Bom... Eu tenho uma irmã que é normalzinha... nada de especial. O nome dela é Thais. Ela era gordinha quando pequena mas agora que ta crescendo ficou com um corpo legal e os peitinhos tão começando a aparecer. Ela tambem tem o cabelo preto que é liso e vai até os ombros só que tem olhos castanhos. Ninguem(alem das minhas ficantes) sabem que eu sou lesbica. Então um dia a minha irma veio até mim com um papo sobre sexo, tinha duvidas e começou a me perguntar sobre as vezes que eu (supostamente) transei com garotos. Eu fiquei meio sem saber o que falar porque nunca tinha ficado com um homem na minha vida! Comecei a inventar umas coisas e ficar meio sem jeito... entao uma hora eu desisti e resolvi contar a ela a verdade... disse que eu era na verdade lesbica e que só tinha ficado com mulheres. Ela não pareceu receber bem a noticia... ficou calada olhando pra mim e depois que eu pedi pra ela não contar pra mamae(meu pai morreu quando minha mae tava gravida da minha irma) ela saiu correndo e se trancou no quarto dela. Fiquei preocupada e não fui pra faculdade aquela noite. Fiquei na sala pensando no que falar com ela e depois de um tempo ela apareceu. Se sentou do meu lado e depois de um tempinho começou a fazer perguntas. Perguntou quando que eu comecei a ficar com garotas, por que eu preferia ficar com garotas... esse tipo de coisa... respondi tudu sinceramente... depois ela começou a me fazer perguntas sobre sexo. Eu respondia tudo abertamente e ela era muito curiosa. Me perguntou o que eu fazia na cama com outras mulheres, o que eu preferia fazer, que tipo de mulheres eu prefiria. Depois de detalhar umas duas transas minhas pra ela eu tava ficando molhada... ja não esperava a hora de ela ir dormir pra mim ir na casa de uma das garotas que eu converti pra poder usar e abusar delas. Depois ela me perguntou sobre masturbação... ela disse que começou a se masturbar fazia umas semanas e que nunca conseguia chegar ao orgasmo apesar de a sensaçao ser otima e me perguntou o que ela deveria fazer pra chegar a um orgasmo. Eu queria responder logo pra sair dali e ir transar mas depois de um tempo tendo esse tipo de conversa com ela eu comecei a ficar com tesao por ela... eu ouvia ela falar e comecei a pensar em como seria o corpo dela e tal... sabia que era doentio mas o tesao tava muito grande!! Perguntei a ela o que ela fazia ao se masturbar. Ela ficou meio com vergonha mas respondeu direitinho. Disse que não enfiava os dedos com medo de se machucar, entao ela passava o dedo pela rachinha dela e acariciava o grelo. Eu tava babando imaginando ela fazer isso. Num momento de recaida eu pedi pra ela me mostrar como que ela se masturba. Logo depois de pedir isso me arrependi. Queria pedir desculpas e sair dali mas ela, pra minha surpresa, me disse que sim! Fiquei meio chocada mas agora não tinha mais volta. Nós fomos para o seu quarto e la ela tirou o shortinho e a calcinha de uma vez só. Parecia estar ansiosa. Ela ficou com a camisa dela(apesar de ser bem pequena), se sentou na cama e me falou pra sentar de frente pra ela. Abriu as pernas dela e eu pude ver pela primeira vez em anos a xaninha dela. Ainda tava começando a aparecer uns pelinhos. Ela fechou os olhos com vergonha e começou a se masturbar. Passava o dedinho pela rachinha dela, primeiro bem devagar mas depois foi aumentando o ritmo. Logo depois com a outra mao ela começou a acariciar o grelinho dela. Eu tava la hipnotizada olhando aquilo. Passados uns 10 minutos ela ja tava gemendo e eu fiquei calada esse tempo todo. Derrepente ela começou a gemer mais ainda, massageava o grelinho dela com força. Aí ela fechou as pernas com força e gozou. Ela deu um enorme gemido e ficou deitada naquela posiçao por um tempinho. Depois se levantou com vergonha e me falou que não sabia porque ela conseguiu dessa vez. Eu que até aquela hora não tinha dito nada falei que ela pode ter ficado com mais tesao porque tinha outra pessoa vendo ela fazer aquilo. Ela ficou com mais vergonha ainda e não falou nada. Eu tava doida de vontade de sair dali e ir transar. Então falei que eu tinha que ir em algum lugar e sai de casa com pressa. Entrei no carro e ja fui ligando pra Carol, uma das garotas que eu converti. Ela tem 15 anos e é bem gostosinha. Cabelo loirinho e comprido, olhos castanhos e com tudo no tamanho medio. Ela não tem namorada(nem namorado) então ta sempre disponivel pra mim. Liguei pra ela e falei que eu queria dar uma passada la. Ela me disse que eu podia ir pois ela tava morrendo de saudade de mim e que não tinha mais ninguem em casa. Liguei o carro e fui correndo pra casa dela. Me masturbei o caminho inteiro! Lembro que o banco do carro ficou com uma marca molhada. Chegando na casa dela eu estacionei o carro na rua. Toquei o interfone, ela veio me atender e mal ela abriu o portão eu agarrei aquela garota linda e tasquei um beijao nela. Fechei o portao e praticamente arrastei ela pra dentro. Fui pro quarto dela e tranquei a porta. La dentro eu pedi desculpas e ja fui tirando a roupa e implorei pra ela me chupar! Disse que tava com muito tesao! Me deitei na cama com as pernas abertas. Ela ainda me torturou um pouco. Tirou a roupa bem devagar e subiu na cama. Ficou dando uns beijinhos na minha coxa. Eu não aguentava mais! Me contorcia toda e implorava pra ela me chupar. Ela ficou passando a lingua de raspao na minha xana e enquanto ela fazia isso eu tive o primeiro orgasmo! Não aguentei! Tava com muito tesao!! Ela ficou meio surpresa mas eu nem dei tempo pra ela falar nada! Puxei a cabeca dela contra a minha xana e ela começou a me chupar! Nossa!!! Foi maravilhoso!! Tive mais 2 orgarmos depois disso! Logico que depois disso eu retribui pra ela com todo o meu amor. Fodi ela bem gostoso com minha lingua e dedos fazendo ela gozar tambem. Depois agente tava conversando e ela me perguntou o que tinha me deixado tao exitada. Menti dizendo que eu tava cochilando e tive um sonho bem erotico. Não tenho certeza se ela acreditou na hora. Depois daquele dia eu fiquei com aquilo na cabeça. E minha irma sempre vinha pra mim perguntando sobre sexo. Vou contar muito mais pra voces mas só outro dia! Espero que gostem do meu conto e me escrevam.

E-mail= amanda_humar@hotmail.com

Comentários

03/05/2009 14:56:34
Sou um homem hetero mas curto muito os contos lésbicos. Muy bueno!
20/07/2008 09:23:50
adorei sua história! eu geralmente aaamo ler qualquer tipo de coisa que contenha incesto (relações entre pessoas da mesma família..) hehe,escreva mais,por favor! e M., o nome é homosexualidade. você com certeza é um homem cristão ignorante... bem,se for criticar alguém, pelo menos tenha argumentos válidos,ok? e não minta. fica bem na cara que você não pode ser um psiquiatra (o nome é psiquiatra,e não psiquiátrico,o que eu acho que foi o que você quis dizer) e de qualquer modo, se não gosta de homosexualismo, não leia. é bem mais simples.
10/07/2008 18:49:20
nossa que massa gostei da historia..continua contando que amo a historia e minha curiosa mesmo..sempre fui...sou les **mesmo bjuss foi mal escrevi uma palavra que ta ai escrevi mais uma..
10/07/2008 18:46:51
nossa que massa gostei da historia..continua contando que amo a historia e minha curiosa mesmo..sempre fui...sou les memso bjuss
31/03/2008 16:57:45
nao sou les, sou casada mas fiquei muito exitada..preciso te conhecer sou de pernambuco...likagata21@hotmail.com
baresi88
02/02/2006 18:06:01
a história está espectacular. escreve mais por favor. beijinhos.
Hugo
14/08/2005 05:24:02
Só pode ser cearense mesmo esse casado, do comentário acima, preconSeitos, deSes. Tú é burro, em cbra da peste.
casado / Ceara
09/08/2005 11:10:39
a bom !!sua historia so pensei que fosse transar com sua irmazinha tanbem !!seria legal! nao ligue p/ preconseitos !deses babacas !
Mateus QM
08/08/2005 17:17:54
Aahh! Vá se fuder, nem sabe escrever direito e já vem chegando os "HOMOXUAIS"
M.
08/08/2005 17:04:10
cho a homoxualidade; a masculina e a femenina, uma deformação de ordem mental, uma anormalidade!
M.
08/08/2005 17:02:42
ou Anti-Homoxualidade, pois acho a homexualidade, uma deformação de onrdem mental; logo, uma doença de foro mental, um desiclibrio mental!
Você é anti o quê mesmo?
08/08/2005 10:31:18
h....já sei anti-inteligência...vá ser burro assim na casa do carvalho...hehehe
M.
07/08/2005 18:57:08
siquiatrico
M.
07/08/2005 18:57:04
siquiatrico
M.
07/08/2005 18:56:17
eciquiatrico, queria eu dizer! Se um dia tiver filhos e me dizerem que são homoxuais; das duas uma: Ou resolvem tratar-se, ou rua de casa!
M.
07/08/2005 18:54:13
chei este conto um nojo! Sou ANTI-HOMOXUALIDADE! Acho a Homoxulidade, uma doença do foro mental, e que precisa de ser tratada num hospital psiquiatico!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.