Casa dos Contos Eróticos

Feed

Enrabando a maninha

Autor: Canudos
Categoria: Heterossexual
Data: 28/04/2005 19:55:43
Nota 2.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Hi me chamo Peter, en tenho 17 anos, mas meus amigos me chamam de Hiro. Isso porque tenho meu pau mede uns 21 cm e tem a cabeca parecida com um cogumelo (isso mesmo aquele cogumelo da bomba de HIROshima)…

Meus pais sao separados, cresci com meu pai no Rio de Janeiro. Minha irma mais Joan (15 anos) ficou morando com minha mãe na casa de meus avos em Minas gerais…

Minha estoria se passou no verão passado. Meu pai se casou de novo e foi viajar com sua mulher pelo mundo…. Eu tive que passar um mes com minha mãe em Minas Gerais.

A muito tempo que não via minha irma. Minha mãe é beata e transformaou minha irma numa verdadeira bicho-do-mato.

Bom, ja no sitio da minha vó, minha mãe me mandou ir procura minha irma para podermos almoçar, ela costumava brincar na chamada casa-velha (uma casinha onde se quardavam as ferramentas).

Quando me aproximei da casa-velha escutei minha irma gemendo e al mesmo tempo falando com alguem. Me assustei e resolvi espreitar o que estava acontencendo….

Olhei para dentro da casa pela janelinha e fiquei louco com o que vi:

Ela estava de quatro e pedindo ao filho do caseiro (uns 12 anos) para enfiar o dedo no cu dela. Vai Pedrinho vem aqui …. coloca esse dedinho na minha bundinha… Ah…. Ah…. Minha irmazinha estava gozando no dedo do garoto. Enquanto ele pedia pra ir embora porque seu dedinho ja estava doendo.

Foi ai que reparei naquele corpinho maravilhoso. Uma bundinha durinha e peitinhos de pera. Fiquei tarado, coloquei meu pau pra fora e comecei a me masturbar… queria entra na casa en arrombar o cu de minha irmanzinha.

Gozei tanto que fiz um barulho enorme…. Minha irma se assustou com o barulho e saiu correndo pra for a da casa… ainda me viu colocando o pau dentro das calças.

Disfarcei um pouco e disse que minha mãe tinha me mandado busca-la pro almoço…

A caminho pra casa minha irma nao tirava os olhos do meu short. Meu pau ainda não tinha amolecido totalmente e estava fazendo volume no meu short.

Depois do almoço minha mãe como boa beata foi a igreja en me encarregou de arrumar a cozinha, enquanto minha irma ficou encarregada de lavar o banheiro….

Quando acabei com a cozinha fui ao banheiro para mijar, mas minha irma ainda estva lavando o banheiro…. Segurei o maximo que podi….

Quando já não aguentava mais de dor na bixiga… Entrei no banheiro correndo pedindo que ela esperasse um pouco do lado de for a porque eu precisava mijar.

Ela gritou de dentro do box: Agora não Peter, eu estou tomando banho, voce se quizer espere ou então va fazendo ai mesmo….

Botei meu pau pra for a e dei a maior mijada do mundo ah…..

Quando sacudia meu caralho minha irmanzinha abriu a curtina do box e deu de cara com o meu pau…. Nossa mano como é grande…. Não sabia o que responder e fiquei calado olhando sua reação… Foi então que ela se curvou pra fora do box e já esticando a mãozinho em direçãao do meu pau perguntou se podia segura um pouco….

Quando ela colocou aquela mãozinha suave no meu pau, não aquentei de tesão… meu pau comecou a pulsar e a crescer na mão dela….

Ela se assustou largou meu pau e perguntou: Que isso mano te machuquei …..

Não maninha respondi… Isso tudo e normal, acontece com os meninos…. Quando voce brinca com o piru dos meninos eles crescem, ficam duro depois soltam um leitinho. Ai então eles amolecem de novo…

Isso acontece com as meninas tambem… a bucetinha fica tão molhadinha, que acaba tambem soltando um leitinho…

Entao ela me perguntou: entao eu posso segura de novo…. Respodi: claro não precisa ter medo e muito gostoso sentir suas mãos…

Ela voltou a segura e colocando o rostinho perto do meu pau pra examinar melhor e comecou a alisar de novo….. cade o leitinho???? Perguntou ela com um olhar safado Respondi que demorava um pouco, mas se ela desse um beijinho sairia mais rapido…

Não esperava que o fizesse... Minha maninha encostou a cabeça do meu pau nos seus labios e foi beijando, beijando e beijando… depois levantou meu cacete e beijo a parte de baixo até meu saco…

Que delicia ver aquela menina segurando meu pau e enchendo ele de beijinhos…. Agora passa a linguinha na cabeça e dê uma chupadinha que o leitinho ja está por vir…

Ela olhou pra min colocou a cabeça do meu pau na boca e chupou como se fosse um sorvete derretento…. Com tanta força que senti meu saco doer…..

Segurei-a nos cabelos e fui bombando a boquinha dela… vai sair!! Meu leitinho vai sair!!! Ahhhhh….. explodi de gozo na boca dela. Ela não esperava meu jato de porra… se engasgou e começou a tossir e a cuspir , gorfando esporra ate mesmo pelo nariz.

Fiquei com pena da menina…. Mas depois que ela se acalmou um pouco… pedi que ela sentasse na tampa do vazo que eu iria provar do leitinho dela….

Abri as pernas dela e reparei que sua bucetinha ja estava molhadinha… minha irmanzinha não passava de uma safadinha.

Passei a lingua na portinha da sua buceta e fui girando a lingua ate entrar na sua xerequinha. Minha irma se contorcia e me prendia meu corpo com suas perna….

Vai sua putinha jorra esse leitinho na minha boca como eu fiz com voce….. antes mesmo que terminasse minha frase… minha irma soltou um grito de prazer en gozou na minha lingua… que bucetinha doce.

Depois de trocarmos beijinhos e carinhos fomos acabar as tarefas que minha mãe tinha deixado pra nos…

Combinamos de repetir a aventura no domingo seguinte…. Teriamos o dia inteiro pra nos, uma vez que minha mãe passa o dia inteiro na igreja.

Quando o domingo chegou so pensava em fuder minha irmanzinha. Fomos pra a cama da mãe.. e ja colocando o pau na boca dela tentei enfiar meus dedos na sua bucetinha… Foi então que ela gritou NAO!!. Minha bucetinha não pode…. Vamos brincar só de leitinho…. Coloca o dedinho na minha bundinha….. Imediatamente pedi seu cuzinho… ela ficou exitada e concordou…. Pegamos um oleo de cabelos da mãe passei no meu caralho e no cuzinho dela…

Coloquei ela de quatro… encostei minha cabeça naquele cuzinho mas ja sabia que não ia entrar assim tão facil. Fiquei com medo de empurrar e machuca-la…. Ela então segurou na minha perna e empurrou pra traz. Meu pau envergou como que fose quebrar… enquanto isso ela gemia de dor…. A portinha daquele cuzinho ja estava vermelha e assadinha….. resolvi parar um pouquinho e deixa-la mais taradinha…..

Deitei na cama e mandei ela sentar na minha cara. Lambi seu cuzinho bem devagar… depois mordi devagar sua bucetinha enquanto massagianva e lubrificava seu cuzinho com mais oleo….

Como não poderia deixar de ser… ela gozou como uma puta aos gritos foi logo ficando de quratro en mandando eu meter mais uma vez no seu cuzinho….

Coloquei naquela portinha toda melada de oleo e fui tentando meter bem devagar, mas minha cabeça não entrava de modo algum… !Eu tinha que comer aquele cuzinho!!!…. Segurei meu pau com uma mão com a outra pequei sua cintura e empurrei no seu cu…..

Minha cabeça estalou pra dentro do seu cuzinho…. Ela gritava de dor…. Tira! tá doente! Tira!…

Debrucei em cima dela e abracei-a pra que minha cabeca nao saisse do sue cu….

Consegui acalma-la. Ela ficou de quatro de novo e foi mechendo aquele cuzinho gostoso no meu pau….

Meu pau pulsava cada vez que ela rebolava. Coloquei meus dedos na portinha da sua bucetinha en fui acareciando sua xoxota…. Ela foi ficando cada vez mais a vontade. Pedi pra colocar tudo.

Ela concordou e foi empurrando a bunda bem devagar para traz en pra frente. Fiquei parado so olhando pra aquele cu engolindo meu pau cada mais e mais…. Enquanto isso ela soltava gritinhos de dor e prazer…..

Continue os movimentos dela dando de vez enquanto umas bombada. Setia que meu pau não cabia mais.

Ela chorava e dizia que estava muito no fundo Meu pau já tinha entrado tudo que cabia…

Foi quando ela virou o rosto pra min e disse: joga leitino!! joga!!!! Ta doendo muito!!!

Dei umas duas bombada larguei a cintura dela e gozei…. Ah….. Ah…. Enchi o cu dela de esporra…..

Ela comecou a rir dizendo que meu leite estava muito quente….

Ficamos ali um pouquinho até meu pau amolecer um pouco pra ela não sentir tanta dor…

Nos beijamos um pouco e dormimos abraçados e melados por alguma horas.

Antes de minha mãe chegar arrumamos o quarto e fomos pra varanda…. Ela com a cabeca no meu colo e eu acareciando seus cabelos….

Comentários

10/05/2011 20:58:51
21/01/2009 21:21:25
vc que deveria dar o cu ppara um jumento
30/04/2005 18:03:28
O conto é ruim mesmo. Mas já deviam estar acostumados, isso é uma rotina por aqui.
danidevil
30/04/2005 14:36:13
vai pro inferno loc...bah viajo o magrão....eu achei que oleo de cabelo não poderia ser ingerido..uahuahuah deixa de se tosco...o burro....tonto...lerdo...
MANOEL
30/04/2005 01:39:10
como essa puta mesmo.irma safada só merece pica no cu
Carlos
30/04/2005 00:11:07
Como sempre, mais um cara de cacete enorme. Sendo que esse chegou ao requinte de ter cabeça de cogumelo! O conto é uma merda total. Nunca vi tantos diminutivos nun só texto. É cuzinho, bucetrinha, portinha, assadinha, pouquinho, taradinha etc. Parece que a única coisa no aumentativo é o pau "cabeça de cogumelo" do comedor de irmã.
louco
29/04/2005 17:14:50
é isso ai ... tem que comer mesmo ... todo mundo comeria ... até eu ... manda o endereço dela que vou gozar dentro do rabo dela tambem ...
Bento XVI
29/04/2005 11:31:53
Esse doente é um pedofilo , incestuoso e merece ser capado!
Manoel
29/04/2005 00:48:17
Esse cara é um miserável!!!tosco, infame e desgraçado, nao tem moral!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.