Casa dos Contos Eróticos

Feed

Incesto na excursão

Autor: Marcos
Categoria: Heterossexual
Data: 27/03/2005 16:53:28
Nota 9.43
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Marcos, tenho 36 anos, sou casado com Letícia, uma linda mulher também com 36 anos, e tenho uma filha com 18 anos. Minha história é justamente a respeito dessa filha que sempre amei e que até hoje só me trouxe felicidade desde seu nascimento. A menina é muito parecida com a mãe, é muito desenvolvida para sua idade em todos os sentidos, tem um corpo maravilhoso, por várias vezes ganhou concursos para rainha em sua escola e até já recebemos propostas para ela fazer propaganda na TV, mas fui contra.

Eu sempre vi minha filha como realmente deve ser, sempre a achei linda mas nunca me passou pela cabeça olhá-la como mulher. Porém, de uns tempos para cá, Daniely começou a andar pela casa de calcinha ou de camisola, e eu comecei a sentir algo muito estranho pela minha filha, principalmente porque ela só age assim quando a mãe não esta por perto. No começo pensei se tratar apenas de coincidência, mas com o passar do tempo fui percebendo que não. Esta situação começou a me causar um tremendo desconforto, e eu comecei a lutar contra meus instintos, mais foi inútil. Eu não queria chamar a atenção da garota, com medo de que não fosse nada do que eu pensava e ai pudesse entender de outra maneira.

Uma noite eu me levantei muito tarde da noite e me dirigi a cozinha para tomar um copo de água, quando já retornava ao quarto ouvi passos na escada e a vi descendo os degraus, usava uma camisola muito curta e transparente e uma minúscula calcinha, sem sutiã eu pude ver a beleza dos seios ainda em formação, podia ver os biquinhos pontudos com uma linda aureola cor de rosa, Oi papi também vim tomar água, e se aproximando me deu um abraço, neste gesto procurou colar seu corpo ao meu. Sai dali rapidamente e nest noite não consegui mais dormir, minha filha estava realmente me perturbando. Procurei evitar muito contato com ela, até pensei falar com a Letícia, mas fiquei com muito medo de estar levando aquele assunto tão a sério. Uma semana depois recebemos um convite de uma amiga para passarmos uma semana em uma de suas fazendas, aceitamos e como Dany estava de férias não haveria problemas, saímos numa segunda feira, só nós 3 a fazenda fica a uns 150km da cidade e é um lugar maravilhos. Chegamos e Marta a dona nos alojou e descemos para o almoço e conversamos bastante, e já programos um banho na cacheira que fica a 5 km da casa e é um lugar paradisíaco, como fazia muito calor todos foram em trajes de banho. Fomos em dois carros já que havia mais visitas na fazenda da Marta, mais dois casais. Chegamos a cacheira que já conhecíamos nos delicamos com o banho, algumas brincadeiras, eu fiquei de olho numa das amigas da Marta que tinha um corpo maravilhoso, minha mulher não desconfiou de nada, porém Dany sim. A tardinha resolvemos ir embora, e a 1 km da cacheira o meu carro enguiçou, fizemos de tudo e não houve jeito, resolvemos ir todos no carro da Marta, o que foi um sufoco. Quando me dei conta, Dany estava sentada no meu colo, foi como se me ligassem a uma tomada, senti o contato do seu corpo e o meu pau começou a subir, pensei num monte de coisa, mas não houve maneira de faze-lo retroceder, eu sabia que a menina com aquele biquíni que mais a deixav nua que a vestia iria sentir com certeza o volume que se formava em sua bundinha, e sentiu, vi quando ela se ajeitou para senti-lo melhor, colou seu rostinho ao meu e começou a se mexer propositadamente, quando lhei para ela estava com os olhs fechados e mordia os lábios numa atitude bem sexy. Não resisti, não quis resisti comecei a aproveitar o momento, comecei a fazer movimentos sutis mas continuados, com isto minha glande s movimentava e me causava um enorme prazer, em dado momento alguém falara comigo, e como eu não respndi, ouvi novamente Marta dizer ei acorda estou flando contigo. Um dos casais vinha atrás conosco, minha mulher ia com Marta na frente que levava também uma menina no colo, como do nosso lado todos traziam alguém na mesma situação, e como a estrada de chão tinha muito buraco, niguem notava o que acontecia comigo, cada buraco eu aproveitava para apertar mais o corpo de Dany e sentir bem sua bundinha no meu pau. O certo é que em dado momento alguém contava uma piada e eu não resisiti e comecei a gozar, segurei minha filha bem junto a mim, e aproveitando que todos riam, eu não entedera nada, mais comecei a rir muito, quase a gritar, foi demais, e providencial, pois estávamos chegando a casa e eu teria tempo para o pau baixar, e foi o que aconteceu, mas Dany sentiu e entendeu tudo que acontecera, inclusive sentiu o calou do leite quente em sua bunda e bucetinha, com certeza. Tendo certeza que aquilo não podia continuar eu passei a noite pensando em como dar um basta em tudo, achei que tinha encontrado a solução, no outro dia sai com minha filha para um passeio a cavalo, saímos bem cedo, ela usava jeans e uma camiseta, sempre sem sutiã, quando nos afastamos o bastante, parei a sombra de uma árvore, e descemos dos cavalos, então eu disse: Querida preciso ter uma conversa muito séria com você, ela me olhando com o sorriso mais safado que eu já vi disse: Paizinho se é sobre ontem pode ficar tranqüilo, eu adorei vê-lo gozar, bem na hora eu fiquei olhando para a mulher do nosso lado, aquela que você não tirava os olhos na cacheira e pensei, bobona, é comigo que ele está gozndo, olha. Aquilo quase me mata de susto, fiquei sm saber o que dizer, de queixi caído, ela continuou, paizinho, eu não sou virgem, e sempre senti uma atração muito forte por você, tenho lido muito sobre o assunto e sei que não sou o único caso, muitos pais transam com as filhas, eu transo com o Renato mais não gosto, quero transar com você, e sei que sente a mesma coisa, nunca ninguém vai saber, te prometo. Dizendo isto e vendo que eu não reagia, me pegou pela mão e nos encaminhamos para um bosque próximo, após verificar que não havia ninguém por perto, Dany pegou a minha mão e a colocou sobre seus seios. Num arroubo de loucura eu puxei a menina contra meu corpo, começando a lamber seu pescoço enquanto acariciava seus seios, sentia sua bunda cola ao meu pau, não podíamos perder tempo, Dany muito calma tentava me tirar as calças, enquanto eu muito nervoso e trêmulo lhe tirava a blusa, ela mesma tirou a calça pegamos alguns forros nas selas e jogamos na grama, Dany deitou-se costas não sem antes elogiar o tamanho do meu pau que a estas alturas parecia querer explodir de tão duro., eu comecei a mamar seus peitinhos, fui descendo e logo estava passndo a língua entre os lábios da sua buceta, era grande, carnuda, lábios grossos e rosados com a mãe, ela abria as pernas ao Maximo para facilitar minha doce tarefa, foi se ajeitando e logo colocou meu pau em sua boca, com dificuldade conseguia engolir a cabeça, que loucura, na minha ganância eu queria colocar toda a buceta da menina na boca, ela delirava, vai paizinho chupa, eu sabia que seria assim, enfia a língua paizinho, ai, ai, e mexia os quadris como uma cobra. Não agüentei mais, fiquei de joelhos entre as coxas da menina, sua buceta totalmente exposta, aberta, guiei a cabeça do pau, coloquei entre os lábios que se separaram para recer o invasor, fiz uma pequena pressão e não consegui entrar, escorregou para baixo, era muito estreita a menina, acostumada com o pau do namorado, da sua idade, nunca recebera algo tão grande e tão grosso. Eu não tinha mais o controle de nada, só queria entrar naquelqa mulherzinha ali embaixo, novamente segurei o pau na entrada e desta vez com uma pressão mais forte senti a cabeça do pau se alojar dentro dela, neste momento olhei para seu rosto, vi seus olhos se arregalarem e sua boca ficar exageradamente aberta, ela gemeu alto. Aiiiiiiiiiiii, eu me deitei sobre seu corpo procurei sua boca e a beijei com paixão, enquanto arriava meu corpo sobre o seu, fazendo com que mais da metade do pau escorregasse pra dentro dela, senti seu grito abafado pela minha boca, levantei o tórax e comprovei, estava quase todo dentro, ai paizinho que delícia, vai pai mete o resto eu agüento paizinho, olhei e vi a bucetinha agora deformada, muito aberta, os lábios bem separados, cheia pela minha pica enorme, sua mãe as vezes reclama da grossura, mais uma vez o instinto animal venceu a razão e num impulso mais forte enterrei todo pau em minha filha, que mais uma vez gritou, eu não sabia se de prazer ou de dor. Isto pai, agora fode gostoso, fode paizinho e goza dentro de mim, estou prevenida, pode gozar pai, quero sentir sua porra dentro de mim, nossa quando eu pensei que minha inocente filhinha fosse me pedir isto, os pais são realmente cegos. Comecei a fuder minha filha, sem tirar os olhos da sua buceta, eu tirava o pau e enterrava novamente, ela delirava, o pau entrava justo, quase sentia dores de tão apertada que ela era, come paizinho, come minha buceta, diz que ela é gostosa, diz paizinho eu gosto, fode paizinho fode sua putinha, eu totalmente louco fodia com loucura, dava estocadas profundas, de repente senti seu corpinho tendo espasmos como se tivesse um ataque de epilepsia, ficou toda arrepiada e seu corpinho tentava levantar o meu, senti que gozava minha putinha, que cena linda, ouvi seu primeiro grito. Estouuuuuuuuuuuuuuuu gozannnnnnnnnnnndo mete, ai mete, mete, não pára, fundo, fundo vai. Segurei seu corpo com força e fiz tudo que ela pedia, metia rápido e forte, e também não resisti e o primeiro jato de porra começou a encher sua pequena mas profunda taça de amor, ai amooorrrrrrrrrr eu também gozo, mexe cadelinha, mexe, ela tentava mexer mas não conseguia, uma, duas três, e perdi a conta de quantas vezes esguinchei meu leite quente dentro dela. Dany caiu de costas, mole, parecia desfaleciada, mas no rostinho um sorriso de mulher saciada, eu ainda dentro dela, duro, sentindo as contrações da sua apertada buceta após o gozo, não sai, deitei-me sobre, ela, a beijei várias vezes, não falei nada sobre a nossa loucura. Após algum tempo que parecia uma eternidade, senti seu corpo se mexendo, jogando os quadris para cima, como isto meu apu se movimentava dentro dela, agora totalmente inundada de leite, o pau entrava e saia com muita facilidade, mais uma vez gozamos juntos fazendo muito barulho no bosque. Quando por fim tirei o pau da sua buceta, pude ver a quantidade de leite que ela espeliu para fora, em golfadas que desciam para o cuzinho, era lindo ver aquela buceta imberbe, pelos ralissimos, colocando a porra para fora. Apartir dess episódio tenho comido Dany freqüentemente, sei que Letícia já desconfia de algo, mas como temos um relaciomanto muito liberal, espero que ela aceite e até participe do nosso amor, se isto acontecer e espero que aconteça, prometo contar com detalhes. Caso tenham gostado da nossa história me escrevam, tenho outras e adoro contar. ifyto@bol.com.br

E-mail= ifyto@bol.com.br

Comentários

21/11/2010 20:45:24
Muito bom, tomara que sua esposa também participe dessas festinhas e que você possa nos contar!!!!
19/11/2010 10:10:16
sensacional !
31/10/2010 09:30:39
Bom conto, continua...
19/10/2010 08:01:51
É tapado quem se ilude que isso não é comum. pode não ser normal mas ´' muito comum pais terem fantazias com seus filhos! Desde a antiguidade temos relatos na Biblia e quem não conhece Édipo e Eletra? Não sei se minha filha tem fantazias comigo mas eu tenho com ela, não tenho coragem de me insinuar para ela, talvez ocorra o mesmo com ela! Mas quando vejo suas calcinhas meladas na cesta de roupa suja sempre imagino se não foi pensando em mim que ela se masturbou!!!!
19/10/2010 08:01:26
É tapado quem se ilude que isso não é comum. pode não ser normal mas ´' muito comum pais terem fantazias com seus filhos! Desde a antiguidade temos relatos na Biblia e quem não conhece Édipo e Eletra? Não sei se minha filha tem fantazias comigo mas eu tenho com ela, não tenho coragem de me insinuar para ela, talvez ocorra o mesmo com ela! Mas quando vejo suas calcinhas meladas na cesta de roupa suja sempre imagino se não foi pensando em mim que ela se masturbou!!!!
25/05/2010 10:52:55
ótimo
31/08/2009 01:43:48
otimo
25/06/2009 13:01:12
concordo com alguns comentarios se o pai quer comer a filha e ela deixa ou a filha sente tesao pelo pai e quer dar pra ele qual mal nisso ? desde que num prejudique ninguem e seja somente entre eles falsos moralistas os q criticam, divido se num comiam as filhas se elas descem a elas nota 10 bocetinha apertada cheio de porra. nss ela deve ter ido as nuvens
18/04/2009 01:58:37
muito bom queria ser sua filha alho@bol.com.br nota 10
26/02/2009 22:01:23
fua filha era uma putinha mesmo heim, e vc aproveitou.
04/12/2008 20:38:03
Pode ser até anormal, mas o conto é bem interesante. Tem futuro. Pode mandar mais, será bem vindo.
20/11/2008 01:27:12
constos de incesto sao os melhores.nota 10 e escreva mais
15/05/2008 00:21:23
MANDOU BEM PRA CARALHO, SE UM DIA EU TIVER UMA FILHA, COM TODA CERTEZA QUERO TER A MESMA EXPERIENCIA QUE VOCÊS PAIS INCESTUOSOS TIVERAM, DEVE SER MARAVILHOSO, SEM MAIS... AS GAROTAS QUE QUEIRAM SE RELACIONAR COM ALGUÉM DE CAMPINAS DEIXAR SEU E-MAIL BJO A TODAS
11/03/2008 13:08:00
Devo confessar qos contos de incesto são os melhores .si este for verdade .nota10
09/03/2008 10:43:23
Confesso que foi mto exitante, fiquei de pau duro, gostei, quam quiser ler a minha historia e veridica, abraco. http://www.casadoscontos.com.br/texto.pl?texto=20080338
29/12/2007 19:22:16
Realmente é algo estranho, mais se deve ao fto de que a mídia ainda não disse q está na moda... E não deixa de ser muito excitante sendo verdade ou não. PS.: Como vcs acham que foi a reprodução em nossos primordios??? PaiXMãe MãeXFilho PaiXFilha enfin parentes com parentes.
12/01/2007 11:08:06
Gostosona se voce quiser posso ser seu papai e te tratar com uma filhinha bem gostosinho o que vc acha???
Nemesis
08/04/2005 12:53:52
Anormal é pouco para esse bastardo fdp...
JB
04/04/2005 22:51:01
AI SEUS BOBOS,VOCES ESTAO E COM VONTADE DE FODER SUAS FILHAS TAMBEM....TODO PAI TEM ESTA VONTADE,,,AGORA QUE E MENTIRA,ISSO E....
Gostosona_23
04/04/2005 15:03:25
Ei "Ze Fernandes", nao quer ser o meu "papai" ? D onde vc é?
jk
31/03/2005 13:47:46
Belo conto, já li um parecido, só que a menina era virgem, mas bem escrito e excitante, parabéns continue escrevendo. 10.
fernando
30/03/2005 15:23:47
casos deste tipo hoje são normais se o api quer coner a filha e lea deixa, qual o mal nisso
MMMMMMMM
29/03/2005 11:11:11
mete o ferro nele e come o cuzinho dele tambem, v se consegue traze a esposa pra ela chupar a buceta da filha
Antonio
29/03/2005 09:14:00
Sei e seu filho fica com sua mulher todo dia...toma vergonha cara
Antonio
29/03/2005 09:13:55
Sei e seu filho fica com sua mulher todo dia...toma vergonha cara
eu
28/03/2005 21:43:33
seu animal,vai se tratar
Di
28/03/2005 19:05:05
que conto maluco cara como pode um pai sentir atração pela propia filha apesar q essa historia é mentirosa mais mesmo assim vc deve ir para um hospicío e os loucos devem comer a sua bunda até esfolar e arreganha ela toda q nem vc diz q fez com a sua filhinha gostosa!
Laine
28/03/2005 14:44:14
É complicado falar sobre sexo entre pais e filhos.. acho q só quem passa pela dúvida e o desejo da situação conseguem explicar o q de fato acontece. Apesar de achar "anormal", o conto é mto bom, mto mesmo.
vinícius
28/03/2005 10:42:23
Eu tbm ja li este conto não sei onde, rsrsrs
AMANTE PROFISSIONAL
28/03/2005 09:46:50
IIIII... ESTE CONTO EU JÁ LI A ALGUM TEMPO NESTE MESMO SITE!!!!
Zé Fernandes
28/03/2005 08:12:27
Isso Mesmo.. filhinha gostosa tem que foder em casa primeiro. Conta mais...
kssador de bucetas
27/03/2005 23:23:39
sua historia é nojenta cara; q tipo de filha iria querer dar pro pai e q tipo de pai comeria a filha

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.