Casa dos Contos Eróticos

Feed

Desta vez amamentei o vovô

Autor: Tula
Categoria: Heterossexual
Data: 16/03/2005 14:37:48
Nota 8.88
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Esta historia eu estava deixando e não iria contar, mas depois de ler muitos contos por aqui, decidi que deveria contar tambem esta minha experiencia que não é um comportamento muito correto, mas....Bem, como todos já me conhecem (e só acessar o nome do autor como Tula e vc vai encontrar todos os meus contos)e sabem dos meus belos seios que são fartissimos e quando estou amamentando são maiores ainda. Um dia desses fui passar uns dias no sitio do meu avô e estava amamentando ainda meu bebê.Meu avô me recebeu com muito carinho. Ele é um homem forte, alto, com uma barriguinha saliente, mas ainda é um velho de muita força e pelas historias que ouço contar,apesar da idade, é o garanhão da redondeza, pois ataca a mulherada que trabalha no sitio. Quando cheguei estava muito calor e ele logo me aconcelhou a por uma roupa mais leve e tambem no bebe. Coloquei um shortinho e uma blusinha de alcinha e fui pra sala conversar com ele enquanto a empregada nos servia algo gelado para beber. Ele quado me viu, abriu um largo sorriso e disse:"Noooossa, minha neta virou um mulherão, nem parece aquela menina que há pouco tempo vinha aqui e que só tinha peito, olha só!!!". Eu me senti um pouco confusa e envergonhada de ter meu proprio avô me olhando daquele jeito, parecia um tarado!! Continuamos conversando e mais tarde quando fui a cozinha a empregada me disse:"A sra. viu como o patrão olhou pra senhora? cuidado ele tarado não pode ver mulher, ainda mais uma mulher como a senhora, bem cuidada, bonita, aqui ele só pega rampeira, o véio deve tá louco" aí eu disse:"tá louca, ele é meu avô!olha a idade dele!tenho certeza que ele não me olha diferente não!!" ela disse: "é? o patrão não respeita ninguem, nem neta, pode acreditar!!" eu fiquei pensando naquilo e comecei a perceber que ele sempre gostava de andar perto de mim, sentar para assistir tv, juntinho comigo, sempre dizendo que queria ficar perto da "netinha linda". Quando iamos andar a cavalo, eu ia sempre na frente e ele atras, dizendo que era uma graça eu cavalgar com a bundinha arrebitada. Quando eu estava amamentando então...ele ficava olhando o tempo todo, sem tirar os olhos dos meus peitos, quando o nenen largava um pouco, ele ficava vidrado olhando, lambendo os labios. Quando eu estava na piscina de biquini ele ficava me olhando o tempo todo para os meus peitos, porque só estava coberto os bicos. Um dia eu estava na piscina e ele veio conversar comigo, eu cheguei na beira da piscina, dentro d'agua e ele na beira, aí ele disse: "noooossa, vc não esta com frio, olha os bicos desses peitos como estão, durinhos!! e apertou o biquinho com a ponta do dedo e passou a mão dos lados do meu peito (estava um calor de rachar, mas a agua sempre deixa durinho). Eu me assustei com aquilo e afastei e ele riu safado e saiu. Confesso que a minha bucetinha melou, sentindo o contato daquela mão. Um dia eu tinha saido do banho e estava no meu quarto, sentada em frente ao espelho passando creme nos meus seios, de repente a porta abre e ele vem rapido por tras e ve meus seios nus pelo espelho e fica de boca aberta e gagueja me convidando para passear a cavalo. Eu me cobri rapidamente com uma toalha, mas ele ficou com os olhos parados no meu corpo e eu para acordá-lo falei alto: "meu avô, por favor me espere lá fora que eu já vou" ele saiu parece que meio tonto, passando a mão na frente da calça. Logo saimos a cavalo, eu estava de shortinho e camiseta sem sutiam, pois estava muito calor. Conforme eu cavalgava meus peitos balançavam muito e ele ficava de olho. Chegamos a uma cachoeira e resolvemos descer um pouco. Ele sempre falando das arvores, do lugar, dos bichos, dos passaros, etc. Resolvi colocar os pés na agua e fui entrando e já sentindo os respingos molhando a minha camiseta que já estava colando nos meus seios. Ele sempre olhando muito e me ajudando para não cair. De repente pisei em uma pedra lisa e caí dentro da agua totalmente. Ele tentou me ajudar, mas tambem escorregou e caiu. Levantamos meio apavorados e começamos a rir muito e aí eu olhei e vi que estava com a camisetinha colada nos peitos que estavam totalmente a mostra, com as aureolas morenas e os bicos duros aparecendo bem sobre o tecido. Como meus peitos são enormes, amamentando, apareciam muito sobre a camiseta e eu fiquei meio sem jeito e ele percebendo isso disse: "não fique preocupada, dos peitoes estarem aparecendo, eu sou seu avô e depois umas tetas lindas dessas tem que mostrar mesmo" eu não liguei e começamos a brincar na agua já que estava toda molhada e ele tambem. Eu jogava agua nele e ele jogava direto nos meus peitos e percebi que na xotinha tambem, eu caia e ele me segurava por debaixo dos braços e me levantava e aí apertava um pouco meu peito. Teve uma hora que ele caiu e eu fui ajudá-lo e quando abaixei ele enterrou a cara nos meus peitos como para se apoiar (imagina..se eu ia aguentar com um homem daquele tamanho)e cai encima dele com os peitos bem na cara dele. Brincamos mais um pouco, ele sempre tirando uma casquinha e eu ja estava adorando a sacanagem. Saimos da agua e ele me disse: "tenho uma toalha e uma camisa aqui na minha mochila, tira essa camiseta, dá uma torcida neste shortinho e veste a minha camisa, se não vc vai pegar um resfriado!!" (parece que ele havia planejado tudo!!!!..)não pensei muito e tirei a camiseta pela cabeça e apareceram minhas lindas tetas, molhadinhas, durinhas, empinadas na cara do meu avô, tirei o shortinho e fiquei só de calcinhas minusculas. Ele gaguejou alguma coisa e pegou a toalha e começou a me enchugar, passando bem a toalha nos peitos, apertando bem, eu disse: "nossa vovô, o sr esta apertando muito meu peito, cuidado que pode sair leite poque esta quase na hora de eu dar de mamar!" quando ele ouviu aquilo ficou meio parado e logo reagiu "a é? Puxa, deixe eu ver então o peito cheio de leite, eu nunca vi, sua avó nuca quis me mostrar" eu gostei de ouvir aquilo, pois se minha avó não mostrava pra ele eu deveria mostrar pois sou uma neta obediente e disse:" mas vovô, é só para o nenem que interessa um peito cheio de leite!!" e ele disse já babando: "por favor, mostra só um pouquinho pro vô, eu nunca vi". Eu tirei a toalha e fiquei com os peitões na frente dele e comecei a apertar em cima e depois nos bicos e o leite espirrou na cara dele e ele pediu para apertar um pouquinho e ficou com a boca perto e apertou e o leite espirrou na boca dele e eu senti um tesão louco vendo aquilo e cheguei mais perto e disse: "o vovô gostou do leite?" ele disse: "gostei muito, queria mamar direto da teta da minha netinha, posso?" falou isso já passando a lingua nos biquinhos. Eu disse: "pode só um pouquinho, pois tenho que amamentar o nenen!" ele começou a chupar os bicos e apertar com as mãos e o leite foi saindo na boca dele e ele foi mamando, mamando, mamando e eu gemendo e ele percebendo que eu estava gostando, mamamava, chupava, os dois peitos, o leite escorria pela boca e peito dele e ele engolia e continuava mamando e foi com a mão na minha xotinha que já estava latejando. Eu segurei a mão e disse que era só para mamar, pois ele disse que nunca tinha visto uma teta com leite, então era só até aí que ele iria. Ele mamou muito nas duas tetas e eu muito desnaturada nem me lembrei que meu nenen iria querer mamar e deixei ele secar os dois seios, mas até chegarmos novamente ao sitio eu já estaria novamente cheia de leite!! Ele mamou muito, aproveitou o maximo dos meus peitos e voltamos para casa. Nos dias seguintes ele me convidou para passear a cavalo mas eu sempre dava uma desculpa e não ia e percebi que ele já estava ficando nervoso com isso. Quando estava dando de mamar, ele passava perto e dizia baixinho: "hummmmm...queria tanto mamar nestas tetas novamente. Eu não falava nada. Um dia eu estava sozinha em casa, todos tinham saido, inclusive meu avô que tinha ido até a cidade e depois de colocar o nenen para dormir, fui tomar uma banho. Demorei na banheira enssaboando cada parte do meu corpo, os seios, a barriguinha, a xaninha, a bundinha. Quando terminei vi que não tinha pegado a toalha e pensei como não tinha ninguem em casa, poderia sair nua até o quarto. Saí nua e molhada pelo corredor, rebolando, tetas balançando, quando de repente no fim do corredor aparece meu avô que já devia estar me esperando e quando me viu daquele jeito disse: "AHHH...agora a minha neta não me escapa, quero vc todinha na minha boca e no meu pau" eu fiquei assustada e tentei voltar mas ele foi mais rapido e segurou nos meus braços, como estava molhada, escorregou e eu escapei, mas ele continuou correndo tentando me alcançar e eu entrei no quarto dele (foi a unica porta que vi na frente)e fechei a porta mas como ele é forte, abriu a porta com força e vindo pra mim que estava encostada na cortina e disse: "minha neta gostosa, agora quero lamber todo este corpo gostoso que fica me provocando na piscina, agora quero chupar todo estes peitos que me deixaram louco na cachoeira, quero mamar nesta bucetinha que deixa doido apertadinha naquele shortinho..quero te comer que nem um cavalo come uma égua" eu não tinha saida e ele chegou e começou a apertar meus peitos, a mamar, chupar, lamber, o leite escorria pelos cantos da boca e ele continuava mamando. chupando, foi descendo me chupando toda e chegou na bucetinha, abriu bem minhas pernas e chupava, mamava,lambia a bucetinha como se nunca tivesse tido uma mulher tão gostosa nas mãos e na boca como agora. Tirou um cacete duro pra fora, que até assustei devido a idade mas vi que a fama que ele tinha era justa, um perfeito garanhão e eu não aguentei e cai de boca, mamando, chupando da cabeça até o saco deixando meu querido vovô maluco de tesão, ele me puxou jogou na cama e veio por cima e enterrou aquele cacete que mais parecia de um cavalo, na bucetinha e eu gritei de tesão e dor, mas continuei socando violentamente com ele durante um bom tempo e ele me chupando os peitos, falando mil besteiras: "que delicia a minha netinha, goza no cacete do vovô, goza, geme no cacete do vovô, netinha gostosa, peituda, bucetinha gostosa" e urrava de tesão e gozamos como dois animais mesmo de tanto que gritamos, eu e meu querido vovô. Depois ele saiu de cima de mim, começou a chupar meus peitos novamente dizendo que ia mamar sempre nestas tetas, me virou de costas e senti aquele cacetão novamente cheirando minha bundinha e ele foi forçando a entrada, eu tentei sair mas ele me segurou com força e enterrou no meu cuzinho, eu gritei de dor mas comecei a mecher junto com ele já gemendo de tesão e logo gozamos que nem loucos. Fomos tomar banho juntos e ele me chupou mais as tetas e a bucetinha, me comeu mais uma vez dentro do banheiro e saimos do quarto e logo o pessoal da casa começou a chegar e nem desconfiaram que o vovô comeu a netinha muito gostosa, a tarde inteira. Beijos.

E-mail= tulanet@hotmail.com

Comentários

17/12/2013 17:10:16
Nossa, fiquei toda molhadinha só de pensar.... Esse velho deve ser gostoso não quer emprestar ele não? Ou fazer um á três? rsrs meu e-mail: Karla_Silva22@outlook.com
16/08/2012 17:53:20
queria ser seu avo para mamar no seu peito
12/04/2011 21:37:29
10/06/2010 14:46:26
ameiiiiiiii...rsrsr
10/05/2010 16:34:08
muito foda esse conto,so de ler que vc tem seios grandes e ainda amamentando fico louco de tesao por favor me mande fotos dos seus grandes seios,por favor eu imploro!!!!!!
10/05/2010 16:30:08
Ivan muito foda esse conto,sode ler q vc tem os seios fartos e ainda amamentando me deu um tasão do caralho.por favor me envie fotos desses seios maravilhosos.emu e-mail:ivansobernatural@hotmail.com
25/11/2009 16:16:18
oi tula sera q me daria o rpivilegio de te conhecer me aad ai gordo_boy1981@hotmail.com meu fone é 2004-0093
19/11/2009 18:09:15
sensacional, incrivel
15/10/2009 00:53:32
quero mamar assim tb
23/09/2009 23:06:48
amei o conto
21/07/2009 17:58:28
Trepou no pau no vovô, né? safadinha... Amei o conto, muito bem escrito. Eu pessoalmente sou hetero e não tenho vontade de mamar xotas. Mas cairia de boca numas tetonas maduras pra mamar feito um bebê esfomeado. E deixaria uma fêmea me mamar também. Coloquei mais de 300ml de silicone, mas meu marido não me mama quase. Tenho taras com manicures, massagistas, empregadas, etc. Quanto maiores as tetas, mais me melo vendo os decotes e biquinhos. Sugaria com gosto e minha boca carnuda de batom vermelho. Acho que até uma siririca com a colega de mamada rolava, viu...rs. Delícia de putinha...
04/07/2009 21:17:35
A-do-rei!!!
18/03/2009 19:23:06
adorei seu conto. Tenho moh tara de ser mamada na tetinha por um velhinho. colocar o biquinho na boca do velho.aff soh de imaginar fico molhada. alias fiquei com os biquinhos durinhos quando li a parte q vc deixa seu avo mamar todo seu leite...
18/11/2008 13:22:11
Sem moral, liberado total, amei o conto
13/12/2007 20:31:00
Adorei mulher... tu é puta mesmo, né? Bobagem, eu tb sou... Adoro um coroaaaaaa
04/04/2007 17:11:15
Olha já li vários contos seus, ñ sei se todos esses contos acontecerem realmente, mas, se esse aconteceu t reprovo e mais ainda o seu avó, quero muito ver uma foto sua pra ver se seus seios são tão maravilhosos assim, e de seios eu entendo, pois sou o maoir amante de seios desse brasil. bjocas
DENTINHO
17/03/2005 22:09:20
BOM...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.