Casa dos Contos Eróticos

Feed

Comendo minhas filhas

Autor: sonhador
Categoria: Heterossexual
Data: 28/02/2005 22:15:50
Nota 8.62
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Os contos que mais gosto são os de incesto. Foi lendo eles que me deram coragem de relatar o acontecido com minhas filhas. Nunca pensei que elas, que carreguei no colo, fossem me proporcionar prazeres indescritíveis. Devido estar de férias, fui passar uns dias com minha filha casada, a qual chamarei de Karina. Minha esposa não pôde ir devido ao seu trabalho, então Bruna, minha filha de 18 aninhos foi comigo. Quando ví Karina, tive que, mentalmente, admirar seu corpo. Suas formas era de deixar qualquer homem babando, um verdadeiro tesão, se bem que Bruna, com seus 18 anos também tinha um corpinho de ninfeta de deixar qualquer homem babando, com seus seios pequeninos e uma bundinha arrebitada, era um verdadeiro convite à tentação. Karina tava mais bonita, com seus 27 anos, a pele morena do sol, não pude deixar de reparar em seu corpo de fechar o comércio. Karina tinha um quarto de hóspedes e acomodou eu e Bruna. Como havia somente uma cama de casal, dormimos eu e Cíntia na mesma cama. Na primeira noite, acordei com sede, pois fazia muito calor, e me dirigi à cozinha para beber água. Ao passar pelo quarto de Karina, percebi a luz acesa, que era tipo penumbra, e ouvi uns gemidos. Como a porta estava entreaberta, resolvi dar uma olhada. Quase tive um troço. Ela estava de quatro, com a bundinha virada para a porta, dando uma senhora chupada no cacete de meu genro. Fiquei sem saber o que fazer. Ví filha se abrir e, por cima, sentou, guiando aquele pau para dentro de sí, sempre de costas para a porta. Ela subia e descia, alisando os seios, se abaixava para beijar seu marido, voltando a sentar-se. E eu admirado, vendo aquela buceta, engolir a pica do meu genro. Quando gosaram, minha filha voltou a chupá-lo, deixando-o com o pau limpinho. De pau duro, fui matar minha sede de água, pois a outra sede seria impossível, pensei eu. Ao retornar, ví a porta se abrir e minha filha, completamente nua, se dirigir ao sanitário. Ainda me virei para apreciar sua bela bunda. Fui para o meu quarto e tranquei a porta por dentro. Foi dificil pegar no sono, com a visão de Karina a me perturbar, e olhando para Bruna, com a camisola fina e uma tanguinha que deixava a mostra toda sua bundinha, mil coisas me passaram pela mente. Lentamente me encostei em Bruna que dormia de lado, procurando encaixar meu pau entre suas nádegas, e fingindo me arrumar na cama eu ia passando o pau entre seu rego, para cima e para baixo, numa espécie de masturbação. Bruna, dormindo ou se fazendo que dormia, sentindo meu pau em sua bunda, se acomodou mais, encaixando-o entre suas nádegas se apertou contra meu corpo. De vez em quando ela se arrumava e apertava mais a bundinha no meu pau, o que me levou a uma ejaculada, melando toda minha cueca. Durante o dia Bruna não comentou nada. Na noite seguinte, fui mais longe. Após alguns minutos deitados, como na noite anterior, de pau duro, encostei-o na bundinha de Bruna. Ela logo se chegou mais para perto, sentindo meu cacete. Ela virou o rosto e eu fingi que dormia, então suavemente ela desceu a calcinha e pegando meu pau, colocou-o entre suas pernas encostando-o em sua bucetinha com pelos ralos, fazendo movimentos para frente e para trás. Não aguentei e comecei a me movimentar, então ela virou o rosto em minha direção dando um sorriso. Aquele sorriso foi o convite. Abracei minha filha e dei-lhe um beijo na boca. Primeiro um selinho, depois outro, e mais outro, o qual ela retribuiu, para depois um beijo de lingua bem demorado. A lingua de Bruna travava uma batalha, meio desajeitada, com a minha. Minha filha pegou minha mão e levou-a até sua bucetinha. Minha mão habilidosamente chegou a sua buceta, já molhada de tesão, e meus dedos friccionaram seu clitóris, levando minha filha a loucura. Bruna sentou-se na cama e tirando-me a cueca abocanhou meu pau, passando a chupá-lo, o que devido a minha excitação levou-me a uma ejaculada em sua boquinha, enchendo-a de porra, a qual ela ingeriu quase toda, deixando um pouco escorrer pelo canto da boca. Falei para minha filha que estava errado aquilo, o que sua mãe iria pensar se descobrisse o que acabávamos de fazer. Bruna falou, enquanto alisava meu pau, que já começava a ficar duro novamente, que sua mãe só descobriria algo se eu ou ela contasse, e ela jamais iria contar nada, pois sonhava com essa relação a bastante tempo e sempre que espionava eu transar com sua mãe, tinha de ir para seu quarto se masturbar solitariamente, imaginando ser ela que eu estava fodendo. Bruna tirou a camisola, ficando nua e deitando-se abriu as pernas, oferendo sua bucetinha para mim. Passei a chupar sua grutinha, prendendo seu clitóris com os dentes, e massagendo seus lábios vaginais com a lingua, levando-a ao gozo. Ela girou o corpo e acabamos em um espetacular 69, onde lambia desde sua bucetinha até o seu cuzinho, penetrando-o com a lingua. Bruna ia a loucura cada vêz que minha lingua entrava no sua orifício anal até que novamente enchi sua boquinha com meu esperma. Deitei-me de lado e Bruna deitou-se, também de lado, de costas para mim e pegando meu pau, colocou-o na entrada de sua bucetinha sedenta, pedindo-me para fazê-la mulher. Penetrei na buceta de minha filha, vagarosamente, enquanto chupava seus pequeninos seios. Fiquei num vai e vem, levando Bruna ao delírio, abafando seus gemidos com minha boca. Retirei meu pau de sua buceta e encostei na entrada de seu cuzinho, lubrificado pela minha saliva e pelo sumo que escorria de sua buceta. Bruna, com as mão abriu suas nádegas e forçando a bundinha para trás, facilitou a entrada da cabeça do pau em seu rabinho virgem. Após entrar a cabeça, forcei mais um pouco e entrou o resto. Bruna, no início, gemeu de dor, mas depois rebolava em meu cacete, pedindo para não parar, que estava gostoso. Inundei seu cuzinho com minha porra quente. Após me refazer, Bruna sentou em meu mastro, cavalgando-me. Dizia como era gostoso trepar com o pai, pois ninguém teria melhor cuidados do que o pai, pois não a machucaria e seria delicado, e que iria trepar sempre comigo, o que acontece até hoje. Quando senti que iria gozar, tirei meu pau de sua buceta e dei para ela chupar, no que não se fêz de rogada, bebendo todo meu leite. Durante a nossa estadia na casa de Karina, a quem durante essa mesma visita, também fodi, todas as noites fodia Bruna, sem contar que sempre que a gente saía, dava-se um jeito da gente foder, ela adora que goze em sua boca para ela beber meu leite morno. Já fizemos várias loucuras sexuais e até hoje somos amantes, mas essas trepadas eu conto mais tarde para os internautas, mas esta história da minha visita à casa da minha filha casada, continua...

Comentários

16/11/2014 17:57:28
Meio mentiroso
26/01/2014 05:31:11
fode gostoso paizao delicioso,eh muita invejamesmo viu...tem gente tao tapado q nao encherga o que ta na cara, eu dou para o meu paizao pauzudo desde que eu tinha 14anos, no começo era direto hj em dia so qndo da certo eu dou a bucetinha e o cuzinho, mas chupar eh direto...a pica mais gostosa que a do meu marido amo ser enrabada pelo meu paizao pauzudo...qlqr hora eu conto como começou tudo... seus bobos, nada como provar o leitinho do papai rsrs Parabens conto nota 10
01/07/2011 11:55:31
Desprezível filho da puta metido a escritor. Vá tomar no seu cú. Bem no meio. Nunca mais se meta a escrever aqui neste site.
09/03/2011 20:54:31
Pow, kkkkkkkkkk e comedia esses contos kkkkkkkkk, mas tem uns q da na cara q e mentira, pow quem e o mlk q vai coloca o nome das filhas e o lugar que eles estavam? e otra num so contra tranza com minas da familia nao, po eu mesmo ja tranzei com minha prima (não vou sitar nome) quando tinha 16 anos, pow ela queria e eu tb faze oq mais depois nos fingimos q num tinha acontecido nada, so sei fala pra vcs q ela gostou pq pow vei 22cm de p** no c* e na B***** e foda NE vlw
09/03/2011 20:51:17
kkkkkkkkkkkkk na moral e tanta mentira q se vcs lerem da 12 linha pra baixo vao ver q e td mentira,e otra se o cara fosse fala isso mesmo ele ia fala onde ocorreu e qual o nome das filhas dele? aff q mentira, mas na moral, num tenho nada contra fuder com as mina da familia mais putzz pega mal ne veio, eu mesmo quando tinha 16 anos tranzei com minha prima sarah mais pow uma vez so, e ela e eu queria, faze oq, mais a historia foi massa vlw ai!
09/01/2011 21:25:10
leio algumas linhas, e ja detecto a mentira,isso deve ser algum cara que gostaria que esses fatos acontecesse na vida dele e cria historias,quem vive na pele esses acontecimentos,sabe fazer um relato mais convincente, e nao exagera.
25/05/2010 10:57:38
muito bom. adoro contos de incesto
08/03/2010 14:27:44
tens uma filha de sorte, me coloquei no lugar dela, bjss
16/02/2010 22:09:23
bom vc tem uma mente fertil mas precisa melhorar e ser mais maquiavelico na proxima ves ok!!!!!! se vc tive-se dito k sua filha tinha uns 17 oO seria mais convincente mas como faser sexo anal com uma criança? logo de cara!! Para cara de postar uma merda destas ops desculp gente pelo palavrao!!! cara vc pelo geito tem uns 15 anos vai crecer pois um pai msm s começe a filha nunca iria s espor ok nem vale a pena comentar mais gente so crece o ego dess lixo ok
15/10/2009 18:46:01
adorei adoro contos de incesto fico mto exitada....
30/08/2009 21:33:52
SEU NOJENTO, DEVIA SER ESTUPREDO, PORCO CORNO MALDITO
31/01/2009 19:52:30
Acho que esse maluco é mais feio que um ogro nunca fez filho em ninguem e é um punheteiro drogado viajante.
27/01/2009 10:37:56
EU TINHA 11 ANOS QDO CHUPEI MINHA PRIMEIRA PICA
01/01/2009 23:59:33
esse cara ai talves tenha sido estuprado por um garanhão isso sim hahaha
13/03/2008 14:03:24
sem sentido e totalmente improvável... 12 anos com toda tesão... ele pelo jeito já perto dos 50 deu quatro gozadas seguidas...
18/01/2008 03:49:05
aff pedofilo
17/01/2008 18:40:58
porra tudo um monte de istorinha cara, mais se vc pensa em fazer isso com suas filhas vc é doente e se eu fosse vc não contaria essas coisa aqui pois os federais podem pegar seu IP pela postagem.tchau pedofilo
09/01/2008 18:26:11
Ate ia comentar algo, mas o pessoal aí de cima esvaziou o vocabulário, deviam bolar um detector de mentiras para estes contos.
11/09/2007 17:04:19
noosa excelente conto por favor mande-me seu e-mail para poder-mos trocar confidencias e algo mais meu e-amil é: vidadeincesto@gmail.com
jk
06/03/2005 17:19:29
Falsos moralistas! Parabéns pelo conto.
Laine
01/03/2005 15:20:02
Qta mentira. Todos os contos de incesto de pai e filhas acontecem do mesmo jeito? rsrs.. Q piada!
A.J.
01/03/2005 12:10:15
Maluco, tarado, transar com a filha! Que nojo!
TS/RS
01/03/2005 10:21:02
imagine sua filha de 12 anos ja sair te chupando cara...puro sonho teu, e me revolto com isso, tanta vagabunda por ai pra vc transar ia transar com uma menininha, uma pouca vergonha hein, q pai vc é, puxa vida! e outra sua esposa jamais transaria com vc de porta aberta, com filhos na casa...
jota/ctba
01/03/2005 08:38:21
Tá, e os porcos voam...
impressionada
01/03/2005 04:33:06
das duas, uma...ou vc é tarado pelas suas filhas ou suas filhas são 2 putas...huahahua huá haha...conta outra véio, fala das suas transas papai e mamãe c a sua véia...va mentir assim na puta q pariu!!!!
GAROTA DE PROGRAMA
01/03/2005 02:49:29
QUE NOJENTO, VC TINHA QUE SER QUEIMADO VIVO SEU PORCO, QUE COMA A FILHA , MAS DE 12 ANOS É SUJO DEMAIS.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.