Casa dos Contos Eróticos

Feed

Estuprada pelo caseiro

Autor: Danu
Categoria: Heterossexual
Data: 01/11/2004 06:01:04
Nota 5.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola, eh a danu denovo, pra quem nao me conhece sugiro que antes de ler o conto, vao ateh meu flog http://fotolog.terra.com.br/danumonteiro , e vejkam minhas fotinhus, lah tem três fotos minhas e em breve terao ainda mais a ultima fotinhu eh do mue bumbum quem kizer ver vai ateh lah. bem as meninas devem saber bem do que digo, certo dia acordei com varios sonhos eroticos na cabeça, e com a bucetinha ardendo em chamas, isso as vezes acontece. eu queria transar de qualquer maneira, apesra de jah ter transado tres vezes, ainda era mto inesperiente, mas qeuria exitar um homem, com meu corpo de qualquer maneira. de manha sai logo cedo para ir para aula bsquei por lah alguiemq ue me quisesse mas napo eraq mto bom fazer sexo com alguem de lah, eh mta fofoca. quyando voleiei estava decidida, a ir em um baile e transar poela primeira vez com alguem da minha idade. mas quando cheguei em casa, tive uma decepçao minhamae disse que iriamos para chacara do meu Tio. fomos de carro, estava com um tesao mto grande. mas fazer oq. lah soh tinham meus priminhos de 11 e 13 anos, e eu nem pensava em faze nada com eels. chegando lah, jah de noite, fui para o eu quarto, e troquei de roupa. coloqueium mini saia preta, e uma calcinha vermelha por baixo, minhas coxas bem definidas expostas. e uma blusinha que espunha minha barriquinha e era bem coladinha aos meus seios. jantei e xconversei um pouco com meus tis e primos na sala, depois fuidar uma volta para espairecer. lah fora, fui no celeiro, da ruma olhada, nos animasi. estaav frio, e eu de sainha, mas entrei soh pra dar uma olhadinha rapida. lah estava 0o caseiro. sentei num baaquinho e comessei a conversar com ele. ele sempre fora gente boa e fiquei perguntando sobre os animais. vi ele diuversas vezes me dando uma espiada nas pernas, uma hora dei uma descuidada, e ele viu minha calcinha. entao disse. bonita calcinha menina. eu cruzei novameente as pernas entao ele disse. bonitas coxas tb. fiquei nervosa, levantei dei boa noite e estava indo embora mas ele segurou no meu braço. e falou. hj vc dorme comos cavalos menina. eu perguntei como assim? ele me agarrou pelos dosi braços e disse: vc vai me mstrar direitinho essa calcinha. eu disse que nnca, tentei escaparmas ele me jogou no chao, cai de pernas abertas no feno, e ele, rapidamente segurou meus joelhos para que eu nao fecha-se. entao disse:que belas pernas, que calcinha maravilhos, meteu os dentes no meu grelhinho, doeu um pouco mas nada que eu pudesse suportar, tentei levatar mas ele me jogou novamente no feno segurou meus brços e be beijous, aquele caseiro fedorento e sujo, me beijando, limpinha e perfumada, por um instante meu tesao voltou, fiquei extremamente exitada. senti meus peitinhos serem apertados pelos seus peitos suados. entao ele inesperadamente rasgou, minha bluzinha, rasgou mesmo. arrancou meu sutiã. e chupou meus seios, alkias mamou neles, como se fosse uma criancinha mamando na mae, ale apertadva meu biquinhos e fazia um movimento como se fosse sair leite dali. e realmente saiu, mas nao dali,da minha vagina sim meu gozo. minh calcinha encharcada jah,mas eu queria sair, nao queria ele. entao ele novamente me jogou e me enfiou 4 tapas com toda força na cara, que ficou amortecida. entao ele lambeu minha barriga foi para minha xana mas eu fechei as pernas. entao ele falou, fecha sim, pqo seu grelhinho gordinho fica bem sobresaltado por baixo das suas coxas quando vc fecha a perna. eu nao quero seu ventre, soh preciso disso. entao ele mo0rdeu o meu grelinho e comessou a ,puchar a calcinha pro lado, meteu trs dedos e me fez gizar, me jogo de lado tiroiu seu cacete e me comeu de tudo quanto eh geito. anal vaginal, do jeito mais brutp e violento que se pode imaginar, me machucou inteira, e no final, quando metia na minha vagina ele deitou sobre mim, e apertou meus seios comm mta brutalidasde, me fazendo gritar mto, pois seios sao sencivel pra caramba.meu tio escutou foi correndo ateh lah e espantou o caseiro, eu toda arregassaa fiquei com vergonha do meu tio, mas ele soh me fez entrar tomar um banho me vestr e me fez chorar no sue ombro, pois nao eh facil ser tocada sme que vc queria. esse conto naofoi tao bom pois nao pude contar os detalhes direito pela falta de tempo, mas espero que gostem e votem nele com 10 e claro... nao esqueçam de verm mihas fotos http://fotolog.terra.com.br/danumonteiro bjao da danu. nao deichem de ler meus ouros contos

E-mail= parvarti@ig.com.br

Comentários

13/10/2011 03:55:05
volta para a pre-escola
15/11/2010 20:12:02
va escrever mal assim na casa do jecatatu
05/08/2009 05:33:25
sinceramente vai procurar aulas de portugues antes de tentar escrever um conto
06/05/2009 13:05:23
Faltou os detalhes
Julio
24/02/2006 21:48:03
Já ví melhores. - Escreva devagar. - Melhore o português - Substitua Vagina, pênis e qq outros nomes do gênero por Buceta, pau, caralho, xana, pica etc. Vai ficar bem melhor.
saco de rato
09/01/2006 01:31:46
o fotolog ta bloqueado sua piranha safada...
brunosantana181@hotmail.com
03/11/2004 05:29:27
como gostaria q vc me adicionasse no seu msn
Tiao
02/11/2004 19:17:58
O fotolog nao é seu, caralho! Va se foder. Voce deve ser uma criancinha reprimida com vontade de dar a bunda seu viado! As fotos 2 ultimas fotos sao gringas seu ze mane
Giba
01/11/2004 17:50:49
Mesmo você escrevendo rápido, precisa melhorar seu português. Está sofrível.
Marcelo
01/11/2004 17:25:59
Faltou os detalhes, contar a verdade que vc gostou, e tbém tá se achando demais levar um 10 nesse continho, mas valeu a intensão, ah vc tbém é bem gostosinha
JP
01/11/2004 14:54:51
Uma merda, semianalfabeta!!!!!!!!
Janaina
01/11/2004 12:39:22
este conto foi muito bom, gostei muito
Thyla
01/11/2004 11:13:18
Vá aprender a escrever!
Victor
01/11/2004 10:10:22
Não sabe escrever. Que bosta de conto.
Asdrubal
01/11/2004 09:04:45
O conto é uma merda.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.