Casa dos Contos Eróticos

Feed

Adorei ser enrabado.....

Autor: Marcos André
Categoria: Homossexual
Data: 12/10/2004 10:54:40
Nota 7.50
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Marcos André sou casado, tenho 38 anos , esse relato aconteceu comigo há uns dois anos atrás. Eu e minha mulher sempre fomos muito liberais no que se refere a sexo, temos um consolo, e um plug anal, ela as vezes gosta de fazer anal e vaginal ao mesmo tempo (dupla penetração), ela foi quem despertou meu instinto bi-sexual, nesse mesmo período sempre quando nós estávamos transando ela alisava meu anel, colocava o dedo no meu cuzinho, eu sentia uma sensação boa, gozava muito gostoso e me acostumei com isso, até que um dia ela foi passar um final de semana na casa de sua irmã e eu fiquei sozinho em casa, e aí você sabe né, a imaginação começou a fluir para a sacanagem, eu peguei os objetos e fui tentar introduzi-los no meu anel, a principio fui muito difícil mas aos poucos eu fui me adaptando, primeiro eu botei bem lubrificante em meu cuzinho e também no plug e fui enfiando lentamente no meu cuzinho para que ele dilatasse e foi assim que aconteceu, depois dele completamente dilatado, coloquei o vibrador de 17 cm e ele entrou todinho aquilo me deixou em êxtase total eu me masturbava com aquele vibro no meu rabinho fui a loucura, nunca tinha gozado tão gostoso na minha vida. Com o tempo eu comecei a sentir a necessidade de um pau de verdade, de um homem me penetrando, foi quando comecei a entrar nas salas de bate-papo e conheci um cara, nós convesamos bastante trocamos e-mails por algum, depois marcamos um encontro, foi um dia de sexta feira, ele também era casado, a mulher dele também não sabia da sua tesão por homens, ele era um cara mais experimentado que eu, ele então percebeu que eu estava um pouco nervoso mas ele me tranqüilizou, então por volta das 09:00 da noite saímos do restaurante e fomos a um motel bem discreto que eu sabia, durante a viaje ele botou meu pau pra fora e começou a mamar enquanto eu dirigia foi muito bom, por fim chegamos, naquele dia eu queria ser uma mulher, me sentir a própria, fui ao banheiro tomei um banho, vesti uma calcinha fio dental branca rendada me perfumei e saí do banheiro enrolado na toalha, ele por sua vez também foi tomar seu banho e saiu também enrolado em uma toalha, ele era mais alto que eu, e me abraçou por traz eu me arrepiei todinho sentindo aqueles braços fortes me abraçando, deixei cair a toalha e ele também, quando eu sentir aquele pau duro me roçando eu fiquei doido, meu coração começou a bater forte, ele esfregava seu cacete em minha bunda, me botou de 4, lambia minha bunda toda por algum tempo, depois eu me virei e vi aquele caralho lindo cheio de veias, um chapéu que media aproximada de 4 a 5 cm de diâmetro, era maravilhoso eu não tive dúvida, botei aquela pica na minha boquinha, chupava, lambia, esfregava na minha cara, depois fizemos um 69 maravilhoso até que eu disse a ele que queria ser enrabado, então ele passou bastante lubrificante e encostou o seu pau no meu anel e forçou um pouco eu não aquentei, e pedi que botasse o plug pra que ele amaciasse e ele gentilmente fez deixando bem amaciado, ele então me botou deitado com as pernas nos seus ombros deixando meu cuzinho todo exposto para ele e aconteceu o que eu mais esperava na minha vida, ele encostou a cabeça do seu pau e foi enfiando até que eu senti o chapéu ser engolido pelo meu cuzinho, eu já estava a mil, o coração batendo forte minha respiração super afegante foi quando eu disse a ele, me estupra meu macho, enterra todo o seu cacete vai, me fode por favor, aí ele enterrou todo seus 17 cm em mim, eu não sabia o que fazer de tanto prazer, aquele caralho todo dentro de mim, aquele pau entrava e saía, ele ma dava estocadas com força, depois me botou de 4 e me comeu feito uma vaca, até que ele estava perto de gozar, foi quando ele tirou o pau do meu rabinho e gozou bem no meu rosto, depois foi a minha vez de enraba-lo do mesmo jeito. Foi uma experiência muito boa, mas só foi essa vez, depois desse dia nunca mais tive contato com esse rapaz e nem com ninguém do sexo masculino..

Comentários

16/05/2009 13:30:11
Se gostou porque não continua? ou compra um strap para a esposa o enrabar como você gosta
Luiz
19/10/2005 17:02:16
Também não entendo por que alguém lê todo o conto depois fica indignado. Deve ser algum tipo de frustração. Eu não sou homo, mas gosto de ler esses contos e acho que a opção sexual do sujeito é de sua exclusiva responsabilidade. Eu não fico indignado, fico é doido para cravar meu cacete em um cuzinho bem receptivo, de homem ou mulher.
14/10/2004 09:39:37
Meu nome é Mariano, eu não entendo essas pessoas que lêem esses contos homosexuais e depois fica falando mau, se não gosta pra quê lê não é mesmo, na verdade são pessoas invejosas ou não tem coragem de assumir sua homosexualidade, tá dado o recado
Adriano
14/10/2004 01:34:58
euqueria dar o meu cuzinho para vc comer gostoso o seu
Erik
13/10/2004 13:41:53
se vc quiser novamente me mande email..podemos fazer tudo de novo.
sex
13/10/2004 13:16:31
viado...
Asdrubal
13/10/2004 10:46:57
Viado, filha da puta.
beto
13/10/2004 00:41:26
adorei, da proxima vez, leva sua mulher junto
eu(verdadeiro)
12/10/2004 22:52:07
Vai tomar no cu seu plagiador!
eu
12/10/2004 19:42:25
credo tu é doido maluco
eu
12/10/2004 15:43:07
Vai tomar no cú seu viadinho Homossexualismo e uma Doença!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.