Casa dos Contos Eróticos

O Império Incestuoso 2

Autor: Trevor
Categoria: Heterossexual
Data: 14/07/2004 08:41:17
Nota 8.75
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Continuando a história: Como vcs viram no conto anterior eu, o Rodrigo e o Fabrício voltamos pro acampamento depois que o Fabrício comeu a própria mãe! Lá tinha um quadro, e tinha nossos nomes escritos. Então o Fabrício foi lá e marcou 1 ponto do lado do nome dele. Bem, fomos pra segunda caça, dessa vez o Rodrigo sugeriu que fosse-mos por caminhos diferentes. Eu fui andando na mata, mas estava com azar por que até então não tinha encontrado nenhuma mulher, até que.....eu escutou um barulho de cachoeira. Não deu outra, fui espiar! E por cagada, a Dona Elena estava lá, nuazinha tomando banho de cachoeira. Eu fui andando devagar, pra que ela não percebesse minha presença(é que no jogo vale elas fugirem), eu tirei toda minha roupa, deixei num canto e mergulhei de surpresa no laguinho onde tem a cachoeira. Ela tomou um susto e disse:"Porra moleque, não me assusta assim", então eu logo enfiei minha mão na xoxota dela por debaixo d'água e falei:"Fica quieta que agora vou te comer", e enquanto eu a massageava na xana ela ia rebolando! "Hum! Tá gostoso, foi vc quem comeu minha filha né?", perguntou ela, e eu confirmei:"Foi, ela te contou né?", "Sim, e disse que vc tem uma senhora pica", então eu fiquei de pé no laguinho e deixei a coroa se esbabacar com minha rola:"Caralho, você é deformado? Nunca vi uma piroca desse tamanho, posso pegar?" e eu disse:"Vai fundo"! Ela começou a me masturbar, e minha rola ao passo que ficava mais dura, ficava maior ainda. Ela então pediu:"Deixa.....deixa eu chupar?" e eu só disse:"Claro"! E a coroa mostrou que sabia chupar um pau, não tão bem quanto a filha, mas foi o suficiente pra que eu gozasse na cara dela. Depois deu esporrar eu disse:"Vamos ali pro mato" eu encostei ela numa árvore, levantei uma de suas pernas, e meti fundo. Fui fazendo a vai-vem, bem gostoso. Só que do nada aparece o Fabrício dizendo:"Trevor, deixa eu participar, te dou o ponto que eu consegui, mas deixa eu comer minha avó também", então eu falei:"Trato feito"! Dona Elena ficou de joelhos, e eu e o Fabrício oferecemos nossas picas pra ela mamar. Enquanto ela chupava um, ia masturbando o outro, e depois chupava o outra e masturbava um. Eu então pedi pra ela cavalgar em mim, e o Fabrício meteri por trás. Ela veio que nem um cadela, e foi cavalgando, então o fabrício foi no cú, estavmos fazendo um sanduíche! "Aaaahh, eu adoro dois caralhos dentro de mim, fodam-me com força". O Fabrício logo gozou, eu por minha vez queria mais, coloquei a coroa de 4 e meti minha vara no seu rabo:"Ooooooohhhhhhh, meu cú está recheado de pau grande e grosso" gemia que nem puta ela! Não aguentei, virei ela pra mim e soltei um litro de porra na cara dela! Voltamos pro acampamento eu e o Fabrício, chegando lá ele apaga o ponto que ela ganhou fudendo a mãe e eu marco 2 pontos no meu nome. Só que olhando o nome dos outros, o tio da Carla, o Edílson, já estava com 5 pontos, o avô dela, o Seu Jorge estava com 3 pontos, e o pai dela, o Roberto também estava com 3 pontos, eu fiquei me perguntando, como é que esse povo já fudeu isso tudo? Bem, eu e Fabrício nos separamos de novo. Eu entrei num lugar, tipo uma casinha de empregados, e ouvi vozes lá dentro. Era o Daniel e o Miguel(os gêmeos) fazendo uma DP com a prima deles, a Cintia:"Tá gostoso sua putinha? Tá?" dizia um deles pra ela. Mas ela só gemia! Eu fiquei escondido vendo, só que não fui interferir, eu podia dar meus pontos em troca da foda, mas resolvi esperar eles terminarem. Os dois metiam loucamente naquela puta, as picas deslizavam pra dentro e pra fora com tamanha facilidade que logo eu vi que a Cintia não passava de uma arrombada! E gritava:"Aaaaiiiiii como isso é booooommmm!" que nem uma puta! O Daniel que estava metendo no cú gozou, e logo em seguida foi a vez do Miguel. Eles sairam comemorando os pontos, Cintia depois de 3 minutos que eles se foram foi levantar e ir pra outro lugar, mas eu sai de onde estava escondido fingindo que chagava naquele momento. "Ah não, não aguento mais dar, só hoje, dei pro meu tio, meu pai e pros meus primos, chega!" Então eu falei:"Vc pode correr, mas não pode se esconder"! Então eu corri atrás dela, só que ela estava nítidamente cansada, dei uma banda nela que fez ela cair, e como ela já estava sem roupa, fui logo enfiando meu mastro na buceta dela que não podia resistir e me deixou a vontade para come-la. Ficamos na posição Papai-Mamãe por um bom tempo, depois de uns 30 minutos eu tirei meu pau e esporrei nela toda. Tinha ganho mais um ponto, agora eu estava com 3 pontosCONTINUA!

Comentários

03/10/2013 23:28:34
:-)
12/07/2012 05:20:17
ALLO
12/08/2004 19:34:22
O MENTIRINHA FEIA
12/08/2004 19:33:15
MERDA
14/07/2004 16:40:17
Que merda de conto mentiroso, zero
Lilian
14/07/2004 13:53:54
Fiquei molhadinha com esse conto... Parabéns!
eu
14/07/2004 13:51:47
Mande logo a terceira parte!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.