Casa dos Contos Eróticos

Feed

minha vizinha colegial

Autor: pedro paulo
Categoria: Heterossexual
Data: 24/07/2004 13:18:04
Nota -
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi, vou contar neste relato o que aconteceu comigo, e uma gatinha colegial minha vizinha, meu nome e Pedro Paulo moro em fortaleza , tenho 36 anos , minha vizinha 13 anos, de nome Ana karinne todo dia quando ela chegava do colégio , por volta do meio dia, ia para o quarto e troca de roupa numa espécie de etrep o quarto dela ficava emparelhado com o meu, janela com janela, já que meu muro e baixo eu ficava olhando deitado na minha cama como se estivesse dormindo, a menina era uma deusa, cabelos pretos, olhos azuis, pernas roliças e uma bundinha bem redondinha e arrebitada, olhos bem vivos uma rostinho de menina, os seios bem durinhos isso já estava me deixando louco , era todo dia, e eu tocava uma punhetinha todo dia depois que ela chegava, certo dia ela estava conversando com meu filho no quintal e eu comercei a olhar para as perninha dela que estava um pouco afastada ela notou e sorriu fiquei sem jeito e sai, mas sempre olhado para as pernas dela, desde este dia ela começou a olha de outro jeito para mim Isso eu notei, quando uns três dias atrás, ela chegou e, foi para o quaro trocar de roupa, eu me fiz de que não sabia, e com tinha tomado banho estava me enxugando no meu quarto com a janela aberta isso ela estava me olhando e eu me fazendo de inocente comecei a esfregar meu pau, nisso já estava bem duro e comecei a tocar uma punhetinha e ela olhando, o tamanho do meu pau , nisso ela começou e passar a mão na xoxotinha e eu começo a jogar gala bem longe e ela olhando toda , cheia de desejo, nesse dia em diante já estava predestinado , eu iria come-la, pois bem. tudo uns 10 dias depois minha esposa tinha ido passar uma semana na casa da minha sogra e eu tinha ficado em casa pois já tinha planejado tudo, eu estava deitado na minha cama e ela chega na janela do quarto e me pede para passar uma telefonema para o namorado dela, pois os pais não queria o namoro, e eu tudo bem pode vim, nisso ela entra já que o meu telefone fica no meu quarto ela entra e eu deitado fico observendo ela falar ao telefone olho para as pernas, fixo o olho entre as pernas dela , eu notei que ela olhava para o meu pau já que estava duro, ai tive a coragem e pedi para ela sentar na minha coma, e eu pergunto se ela tinha me visto eu trocar de roupa, ela diz que não, pois eu sim todo dia eu te veja trocar de roupa e fico com o maior tezão, disse-le que já não agüentava mais e que tinha uma vontade enorme de fazer amor com ela, e ela meio sem jeito disse que tinha me visto e que daquele dia em diante não tirava mais meu pau da mente, e que tinha curiosidade em vela pois nunca tinha visto um pau antes, eu disse não tem problema pois naquela hora ela iria ver o pau mais gostoso da vida dela, e coloque para fora, ela olhou e olhou, nesse momento mando ela pegar, meio sem jeito ela paga, começa a passar a mão na cabeça do meu cacete, e diz que e bonita nisso eu mando ela colocar a língua na cabeça.... ela parou e não titubeou começou a lamber, peço para ela segurar com as duas mãos e começo a passar a minha mão na xoxotinha dela, ela dar um pulo e diz que tem namorado E que não que fazer aquilo, e eu digo... ninguêm esta vendo, só se você disser para os outros, ela disse que não, que ficar calada, e pediu-me para não falar nada, tudo bem, ela que ainda estava de farda do colégio, eu começo a tirar o zíper da calça, puxo pelas perna da calça tiro toda, ela fica só com a camisa da farda, e com uma calcinha cor de rosa linda, abocanhada no meu cacete e eu começo a tirar a calcinha dela, á deixo só de camisa, nisso eu já estava de cuaca tiro, e jogo para um lado, e ela não solta mau pau , vou passando a língua na xoxotinha , ela da um suspiro tão alto e um urrro que quase desmaia vou lambendo toda a xoxotinha passo a língua na emtrada da vagina dela que ela se arrepia toda e começa a gozar da um grito que eu fico com medo que os pais dela ouça, e eu gozo jorro gala na boquinha dela e elas passa a lingua nos lábios e diz tem um gostinho meio salgadinho, deita de lado e eu com o pau cada vez mais duro, fico lambendo a a xoxotinha dela, peço para penetra-la ela diz que não que e virgem e tem medo do pai dela, se descobre mata ela, deixe comigo ele nunca vai descobrir e coloco ela Com as perninha para cima e pego meu pau e passo na xoxotinha, pra cima e pra baixo ela diz ,m como e bom, eu sou toda sua, nisso tiro a camisa da farda dela para não suar e molhar puxo ela para e beira da cama abro as pernas e coloco a cabecinha na entrada da xoxotinha dou a primeira earocada ela dar um grito e diz que dói, eu digo calma e so na entrada, empurro de novo ela se esguia tenha medo de doer, ora meu pau tem 17 cm com 5 de largurra a cabeça e um pouco grande, mas eu polejo e com mais força empurro esinto que entra um pouco, dou mais uma estocada, e ela grita com mais força e eu para não fazer barrulho dou um beijo na boca dela e fico chupando a língua, nisso agarro os ombros dela faço pressão para junto do meu pau e então sinto entrar mais um pouco e começo o vai e vem fico bombeando ela com mais força, ela relaxa e diz como e gostoso, para var o jeito como ela fica tiro meu pau da xoxotinha dela e ela diz não faz isso coloca dentro, que esta gostoso, fico bombeando com mais intecidez, e sinto que ela gozar, gozar como uma coisa de louco chega a desmair e eu gozooooooo muito fico em cima dela por um bom tempo e deito de lado, quando olho para ela, vejo que esta dormindo desmaiada, fico como louco Temto acordo ela, quando ela olha pra min e diz foi a melhor coisa que me aconteceu, não pensava que era tão gostoso assim, e que eu era muito carinhoso, e falou-me desde aquele dia que tinha vontade de trepar comigo, que certa noite sonhou comigo e foi ate a cozinha e pegou uma cenoura e começou a esfregar na xoxotinha pensando em mim, e que o telefonema era so um pretexto para ir la em casa, pois agora você vai levar mais uma roladae abro as perninha dela e vejo minha gala com sangue escorrendo da xoxotinha começo a passar minha língua e meu cacete começo a ficar duro para minha surpresa o mão dela grita por ela na rua e ela diz e minha mão eu vou mais tarde eu volto. Se voce quezer saber mais o que aconteceu vote

Comentários

10/06/2008 07:13:59
ainda bem que é só devaneio de um completo analfabeto; entendi direito voce lambeu o sangue com esperma que saia da vagina da menina? é completamente louco e burro.
09/06/2008 18:39:45
Vai tomar no cu,gostaria que algum maniaco fizesse isso com teu filho porra!
21/05/2007 10:43:59
pedófilo: nada mais a dizer.
Prof. Pascoale
29/07/2004 08:59:00
Vai escrever errado assim lá na puta que pariu...
eu
26/07/2004 11:25:19
Tá engasgado?
ARGHHHH!!!!
25/07/2004 09:54:54
ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!! ARGHHHH!!!!
poiaryd
25/07/2004 02:47:42
hgfhjg

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.