Casa dos Contos Eróticos

Feed

Comendo o cuzinho a força

Autor: Leandro
Categoria: Heterossexual
Data: 11/06/2004 01:18:05
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bem, meu nome é Leandro atualmente tenho 24 anos, e vou contar sobre como comi o cuzinho da minha ex-noiva.

Eu sou moreno, tenho 1,81 de altura peso 76 kg, Cristina morena 1,60 e aprox. 55 kg, nós namoravamos a 2 anos e eu comia ela a um 1 ano e 9 meses, ela era super gostosinha, seios firmes e uma bundinha deliciosa que me matava de tesão.

Eu nunca havia negado a ela que tinha vontade de comer a rodelinha, mas Cris cheia de pudores, falava que isso nunca porque isso não era coisa de mulher honesta e tal.

Certa vez eu não aguentei eu tava comendo ela de quatro e bombava na bucetinha dela e ela gemia gostoso, e eu não conseguia tirar os olhos daquele cuzinho gostoso, quando comecei a passar o dedo nele, ela ficou apreensiva mas não falou nada, e então comecei a enfiar o polegar naquele

cu gostoso, e ela deixou até ela gozar.

Eu não tinha gozado e continuava com tesão, então continuei acariciando, ela falou que era pra eu parar, eu insisti e enfie todo o dedo no rabinho dela, ela ficou queta, então eu tirei o dedo e comecei a lamber o cu dela

eu estava tarado, parecia um garanhão no cio, enfiei dois dedos, a Cris então ordenou pra mim parar, mas eu continuei, e percebendo que o rabinho dela tava humido, segurei na cintura dela e comecei a forçar a entrada.

Ela tentou escapar, mas a segurei forte, e falei que aquela noite ela seria enrabada de qualquer jeito, Cris implorou, mas eu não dei ouvidos e continuei forçando a porta do cu dela, meu pau começou a entrar naquela caverninha quentinha e me deu muito tesão, como o cuzinho dela era apertado.

Comecei bombando devagar, e na proporção que entrava bombei mais forte, ela que no começo implorava pra não ser enrabada, já rebolava gostoso no meu pau, gemia que nem uma cadela no cio, e eu me divertindo comendo aquele cuzinho tão quente e apertadinho, bombei até não aguentar e foi quando gozei gostoso naquela bundinha tão aumejada.

Terminando isso, ela me deu um tapa, e perguntou se eu era louco, por ter fodido a bunda dela a força, mas depois ela deitou no meu peito e disse que gostou de ser comida por um macho de verdade que impõe sua vontade

Namoramos mais 1 anos e 7 meses, e todo dia que tinha trepada, ela ficava louca pra levar cacete na bunda.

Bem até mais.

Comentários

10/06/2011 10:19:16
a minha esposa não gosta muito de dar o cu, mas sempre que posso eu como a força .
29/05/2008 14:36:53
nao se matou ainda
Stealth
07/04/2005 01:35:50
hahahaHhaha, alguém tem q falar mau mesmo, deixa o cara ser feliz contando essa droga... é uma bosta esse conto, mas tem qm goste!! HUHAUhaUAHua flwww
Anônimo
19/11/2004 10:40:40
Sr. pastor: Vá tomar no olho do cu... O conto é uma merda...
pastor
11/06/2004 15:08:20
Sexo anal: a relação sexual com penetração no ânus em vez da vagina. Biologicamente, o ânus é um orifício de saída, não de entrada. O material contido na ampola retal, que é a última parte do intestino e que desemboca no ânus, é cheio de bactérias, cuja presença é normal no local mas nas vias urinárias pode levar ao aparecimento de lesões e infecções às vezes graves. Além disso, é uma relação mais traumática, causando freqüentemente escoriações e fissuras por onde podem entrar microorganismos atingindo a corrente sangüínea e causando doenças como a AIDS.
Almir
11/06/2004 07:56:16
Meu Deus, como tem analfabeto neste País

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.