Casa dos Contos Eróticos

Feed

sexo na festa a fantasia da PUC

Autor: Fabi
Categoria: Grupal
Data: 29/06/2003 14:10:37
Nota -
Assuntos: Grupal
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, meu nome é Fabi, se quiserem detalhes seobre mim, meu corpo e minha peripécias, leiam meus contos da lista de setembro.

Tomo banhos de sol pelo menos duas vezes por semana e deixo a marquinha do fio dental bem alta nas laterais para usar calças justas e deixar as marcas aparecendo e deixando os homens malucos. Além disso, aproveito o que Deus me deu, uso blusinhas decotadas e sutiens que aumentam ainda mais o volume dos meus seios, quando vou a qualquer lugar percebo que os homens não tiram os olhos deles. Minhas roupas são muito sexys, nada vulgares, porém, meus amigos homens e mesmo algumas amigas falam que fico maravilhosa. Bom, sem mais demora, o que passo a relatar, aconteceu comigo em janeiro deste ano (2003), quando viajei para Curitiba na casa de uma prima, dois anos mais nova do que eu.

Patrícia é uma morena muito bonita, cursa odontologia na PUC. Ela tem um corpo muito bonito também. Ela me convidou para uma festa do pessoal de sua faculdade, que aconteceria no sábado (25/01), seria uma festa à fantasia para reunir o pessoal nas férias. Eu e Patrícia fomos a uma casa de aluguel de fantasias no centro de Curitiba. Depois de muito olharmos e provarmos fantasias, Patrícia escolheu uma fantasia de estudante colegial, com sainha de pregas xadrez, camisa branca, laçinhos no cabelo, meia soquete e boininha de estudante. Eu resolvi usar uma fantasia de mulher gato, aquela do filme do batman, com roupa de couro preto, justíssima, mascara e orelhinhas de gata. No sábado nos arrumamos, e partimos para a festa que começaria cedo, 21:00h.

Ao chegarmos na casa, onde sería a festa, tinha umas 20 pessoas, muitos vieram cumprimentar Patrícia e percebi que alguns amigos dela ficaram de olho em mim, perguntaram para Patrícia se “aquela gata era arrisca”, ficaram me azarando por um bom tempo. A casa era enorme e tinha uma piscina no quintal, a festa era ao redor da piscina com música muito boa e bebida à vontade. O pessoal era muito animado e alguns casais foram se formando durante a festa, Patrícia estava aos amassos com um moreno muito bonito fantasiado de mecânico, sem camisa e com uma calça jeans cheia de ferramentas. Conheci Alexandre, um loiro muito forte de olhos azuis e vestido de He-Man, logo estávamos nos beijando. O clima da festa estava bem quente, era gente se amassando por todos os cantos, quando um carinha muito louco gritou: “aí galera” ninguém vai aproveitar a piscina?”, logo em seguida tirou toda a roupa e pulou na água nu... Eu não acreditei no que estava vendo, outras pessoas também tiraram a roupa e pularam na água, inclusive duas meninas.

Alexandre me olhou e perguntou: “Você não vai?” dei um sorriso maroto e falei que só iria depois dele. Para minha surpresa ele tirou toda a roupa, fez sinal com os ombros como quem diz, e agora? Não pude disfarçar e olhei para baixo e vi que Alexandre era muito bem dotado. Ele correu para água e me chamou, quando olhei para a piscina vi que Patrícia já estava lá totalmente nua abraçada no rapaz com quem estava ficando. Não tive dúvida, tirei toda a roupa e entrei na “festa”, Alexandre veio em minha direção e começamos a nos amassar dentro da água, claro que sem roupas, pude sentir melhor que Alexandre estava muito ‘animado’. Aquilo estava demais, Alexandre começou a me penetrar em baixo d´água e pude sentir todo aquele monumento entrando em meu corpo. Ao me virar um pouco fiquei abismada, Patrícia estava ensanduichada entre dois rapazes, isso mesmo uma dupla penetração dentro da água. Muitos corpos transando dentro d´água e umas 12 pessoas assistindo tudo de fora, aquilo me deixou maluca, eu estava transando com um deus grego, vendo muitos outros casais e trios fodendo ao meu lado e sendo observada enquanto era possuída por outras pessoas, era muito bom. Alexandre me puxou fora da piscina e deitou numa espreguiçadeira mandando que eu sentasse na sua vara, não pensei duas vezes e comecei a cavalgada.

Ao nosso lado outra menina era fodida de quatro no gramado, aquilo me deixava ainda mais louca. Patrícia ainda estava dentro d´água, mas um dos rapazes que a comia já era outro, isso mesmo a terceira vara que minha priminha levava na mesma noite. Mesmo com tudo o que acontece nos dias de hoje em relação ao sexo, até aquela noite eu tinha transado apenas com dois namorado em toda a minha vida, o que eu não sabia era que iria triplicar estas estatísticas naquela noite. Enquanto eu cavalgava Alexandre e gozava alucinada, Patrícia chegou perto de mim puxando o moreno que estava com ela desde o início da festa e o posicionou atrás de mim, fiquei um pouco assustada na hora, mas o tesão era maior, o rapaz começou a me bolinar no cuzinho e eu senti um arrepio subindo todo o meu corpo, ele beijava minha nuca e foi posicionando a vara na entradinha. Quando começou a me penetrar senti um pouco de dor, mas resisti e senti pela primeira vez duas varas maravilhosas dentro de mim. Mas ainda não era tudo, enquanto eu era duplamente penetrada, Patrícia chegou perto de mim e colocou sua vagina perto de meu rosto e puxou minha cabeça para sua buceta, mandando que eu a chupasse. Nunca pensei que um dia transaria com outra mulher, muito menos minha prima. Como naquele momento tudo estava valendo, passei a enfiar a língua em Patrícia que gemia como louca e pedia mais, o gosto de porra era grande, imagino quantos paus já não haviam entrado naquela buceta na festa.

De repente senti o cara que estava comendo meu cuzinho explodir em gozo, o meu tesão foi tão grande que dei um gemido e fiz Alexandre me inundar também na buceta. Alexandre e o outro rapaz saíram de mim e me deitei na espreguiçadeira para descansar, era o que eu pensava, na minha volta a suruba continuava, muito sexo entre pessoas lindas, Patrícia ajoelhou-se na minha frente e caiu de boca em minha buceta, fui às nuvens, nenhum de meus namorados nunca tinha me chupado tão bem, enquanto Patrícia fazia o “trabalho”, chegou um rapaz com carinha de bebê Johnson, pegou Patrícia pela cintura e a penetrou numa só estocada, ela gemeu muito forte e chupou ainda com mais vontade, gozei como uma puta. Enquanto eu tentava me recuperar, continuei olhando Patrícia sendo fodida pelo bebê Johnson. Eu nunca imaginei que uma festa de faculdade poderia ser tão animada. A visão era alucinante, universitários transando com universitárias, patricinhas e mauricinhos numa orgia que não tinha fim. Eu estava deitada assistindo um filme pornô ao vivo, onde a atriz principal era minha priminha que a esta altura era enrabada por Alexandre e o bebê Johnson ao mesmo tempo, isso mesmo outra dupla penetração com o ‘meu’ He-Man e outro rapaz, neste momento chegou um negro muito bonito com uma vara descomunal e parou na minha frente com aquele colosso apontado na minha cara, como para bom entendedor, meia palavra basta, cai de boca no pau dele, era incrível, contando parece mentira, mas mal cabia um terço daquela vara na minha boca, devia ter mais de 25cm, além de ser muito grosso.

Outra menina chegou e ajoelhou-se para saborear aquela imensa vara comigo, enquanto uma chupava a ponta que cabia na boca, a outra lambia o restante do pau. Percebi que além de chupar o pau a garota vinha e passava a língua em meus lábios olhando fixo para meus olhos, de repente ela veio para cima de mim e começou a me beijar, enfiava a língua em minha boca e acariciava meus seios, neste momento aquele negro me pegou pela cintura me colocou de quatro e posicionou a cabeça do pau na entrada de minha vagina, juro que estremeci naquele momento, nunca imaginei uma vara tão grande dentro de mim, ele começou a forçar a entrada, senti como se estivesse sendo rasgada ao meio, a garota entrou por baixo e começou a me chupar e lamber as bolas do cara, aquilo me deu forças para suportar aquele colosso em minha buceta. Quando senti a cabeça daquela vara tocar meu útero, coloquei a mão atrás e percebi que ainda tinha meio pau para fora, achei que aqueles caras de filmes pornôs não existiam, mas estava sentindo na pele, ou melhor, na buceta o que era um homem bem dotado. Enquanto levava aquela vara na buceta e sentia a língua da garota no clitóris, passei a chupar a buceta dela em posição de 69, era demais, uma vara imensa na buceta e ser chupada ao mesmo tempo fez com que eu parasse de sentir dor e gozasse alucinada. Quando ele sentiu que estava prestes a gozar, retirou o pau, mandou que eu me sentasse e esporrou em todo o meu corpo, a garota que me chupava começou a lamber todo o esperma de mim.

O sol começava a aparecer, estava quase desfalecida, sentia minha buceta ardendo e doendo ao mesmo tempo, culpa do negrão que me arrombou, quando vi Patrícia saindo da casa com o negrão atrás dela, (descobri mais tarde que se chamava Marcos). Patrícia era ninfomaníaca, não é possível, aquela hora com o raiar do dia ainda teve forças para foder com aquele potro, fiquei curiosa e fui próximo a eles, entrei na mesma posição que a outra garota tinha feita comigo e puder ver o que aquela vara tinha feita comigo, era inacreditável, boa parte do pau ficava para fora da buceta de Patrícia, comecei a chupa-la e lamber as bolas dele, Patrícia me chupava e urrava como uma vadia, sua buceta parecia que iria rasgar com caga vai e vem do cara. Gozamos quase todos juntos, ele encheu a buceta de Patrícia de porra, eu lambi boa parte e fiz ela gozar na minha boca enquanto gozava na dela. Já eram quase 8 horas da manhã quando colocamos nossas roupas olhamos a nossa volta e algumas pessoas dormiam nuas nas espreguiçadeiras, acreditem apenas eu, Patrícia, o negrão e mais uma casal ainda estávamos acordados. Nos despedimos e fomos para casa, estávamos exaustas, eu senti minha buceta amortecida de tanto levar vara, mas dormi o domingo inteiro feliz.

Tenho apenas que dizer que nunca mais vou esquecer aquela noite, aquela festa, aqueles homens e mulheres...

Comentários

06/01/2008 16:09:25
nossa, perfeito, gostei mesmo me add ai no msn pra conversarmos artgf.f@hotmail.com
05/03/2007 10:58:46
me escreva para nos conhecermos gigin29@hotmail.com sou um morenasso tenho 27 anos, moro em curitiba xeiroso gostoso e muiito carinhoso bjssss. anciosos...
marcelo
09/09/2005 15:52:08
adorei o conto , me liga p/ conversar sou d poa 81716055
Claudio Alexandre
30/06/2003 15:24:31
Adorei seu conto e gostaria de entrar em contato c/ vc p/ nos conhecermos melhor eu, vc e quem sabe sua prima sou de sp, parabéns pelo conto nota 1000, beijos e aguardo seu retorno.
Charles
30/06/2003 00:57:02
Olá vagabunda!! Eu adoro putas vagabundas como vc!! quero comer vc também meu pau é 24X7
Charles
29/06/2003 23:13:32
Qual é seu e-mail gata!!! tenho uma pau
GOSTO DE (!)
29/06/2003 16:23:32
Obrigado pelo elogio do meu conto. Gostaria que entrasse em contato comigo.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.